Alessandra Affortunati Martins

Colunista

Psicanalista e doutora em Psicologia Social e do Trabalho pela USP. Autora de "Sublimação e Unheimliche" (Pearson, 2017), "A abstração e o sensível: três ensaios sobre o Moisés de Freud" (E-galáxia, 2020) e organizadora de "Freud e o patriarcado" (Hedra, 2020).

A órbita dos homens-planeta Alessandra Affortunati Martins

Com as lições 19 e 20 de ‘O Seminário, livro 2’, de Lacan, temos condições de desenhar com maior precisão a organização psíquica de sujeitos nazifascistas

Olhares remotos: os 80 anos da morte de Walter Benjamin Alessandra Affortunati Martins

Em Benjamin, a estética descontínua dos textos tem fisionomia próxima a das constelações: cada brilho isolado de um ponto luminoso reflete-se em outro

Como dói o dedo na ferida! Alessandra Affortunati Martins

Qual o papel da branquitude de classe média e alta nas lutas de identidade das minorias sociais? A piedade não tem lugar nesta batalha.

Mulheres e poder: o nome próprio e os índices da liberdade Alessandra Affortunati Martins

Um dos indícios do poder patriarcal está em simbolizar os movimentos da existência por regras de fixação temporal e reservas de propriedades

Duplo: face profana do gênio romântico Alessandra Affortunati Martins

Como o conceito freudiano de duplo pode substituir a noção de genialidade ao elucidar processos psíquicos implicados na produção de obras artísticas e intelectuais

“Apesar de”: o valor do trabalho de intelectuais e artistas na era do coronavírus Alessandra Affortunati Martins

A sobrevivência de artistas e intelectuais, hoje, implica em converter a aura do gênio em mercadoria

Fernanda Gomes: por uma geometria da fragilidade Alessandra Affortunati Martins

A retrospectiva de sua obra na Pinacoteca expõe a potência vigorosa de singelos objetos e de seus efeitos compositivos com o espaço

Os demônios da liberdade Alessandra Affortunati Martins

Quase sempre evocados pelos aspectos demoníacos, as formas artísticas de Sertão expõem a faceta farsesca e hipócrita da moral e dos bons costumes

Conhecer pode ser destruir Alessandra Affortunati Martins

Explorar inesperados e inusitados cantos de afetos, reflexões e raciocínios é o convite que o conjunto da exposição de Cildo Meireles faz a todos nós

Breve homenagem a Wagner Schwartz II Alessandra Affortunati Martins

Atacado por performance nu, Wagner Schwartz retorna com ‘A boba’ na MITsp, e expande a linguagem do corpo em torno do vazio

Tensas relações entre arte e política: as vanguardas e o modelo etnográfico Alessandra Affortunati Martins

O viés etnográfico na arte pode ser uma reiterada colonização traumática do Outro; apresentá-lo como objeto exótico pode ser não só regressivo, mas violento

Fascismo ontem e hoje: o Moisés de Freud e Werner Jaeger Alessandra Affortunati Martins

Freud e Werner Jaeger: dois nomes de peso, com olhos voltados para a Antiguidade na mais tenebrosa hora. O que eles viam?

Dezembro

TV Cult