Quais os limites de uma psicologia de inspiração foucaultiana? Eduardo Leal Cunha

Será preciso manter viva a inquietação que marcou o pensamento do filósofo francês

Por uma psicanálise a favor da identidade Tania Riveira

A psicanálise pode embasar uma noção de identidade que se paute pelo respeito às diferenças, ao invés de taxá-la como narcisismo.

No mundo da unidade de mercado, um sonho de política Tales Ab'Sáber

As relações políticas e de consumo se articulam na sociedade atual, em torno de interações humanas fragmentadas e atomizadas.

Corpo indócil: a invocação de uma subversão pela arte Bianca Dias

A representação da mulher e de seu corpo na arte passou de uma posição de passividade e docilidade para uma demarcação do corpo indócil, carnal e erótico.

Como dói o dedo na ferida! Alessandra Affortunati Martins

Qual o papel da branquitude de classe média e alta nas lutas de identidade das minorias sociais? A piedade não tem lugar nesta batalha.

Por uma imprevisível luta política Tania RIvera

Safatle pensa a urgência de novos modos não identitários de reconhecimento e organização social, mas não faz de livro um manual de conduta revolucionária

Imagens de pandemia: trauma, luto, arte Gustavo Henrique Dionisio

  Em A partilha do sensível (2000), Jacques Rancière parece prever a proliferação pulverizada de imagens que em nossa cultura se tornaria moeda corrente: se por um lado o filósofo nos lembra em que medida essa partilha se refere à existência de uma junção de partes e sua separação intrínseca no interior de um todo, … Continue lendo “Imagens de pandemia: trauma, luto, arte”

O escândalo do texto em fala Sergio Maciel

As funções de um Leitor, que buscamos tanto identificar como autônomo, realizam-se, no duro, de modo semelhante às ações do psicanalista

Duplo: face profana do gênio romântico Alessandra Affortunati Martins

Como o conceito freudiano de duplo pode substituir a noção de genialidade ao elucidar processos psíquicos implicados na produção de obras artísticas e intelectuais

Por um resgate da palavra e da justiça Bianca Dias

Diante do pior e do terror, torna-se urgente retomar uma ideia de lei que reinvente a justiça como uma ética aguda

TV Cult