Benjamin, Bolsonaro e a munição para o antifascismo em três escritos

A leitura de Benjamin nos permite inventariar traços fascistas históricos e também nos oferece uma rota do antifascismo

Brasil, ano zero

Depois de Bolsonaro é possível que tenhamos novos termos para nomear o abjeto na política, um novo léxico político construído

BAUHAUS 100: A sturm blond e a Bauhaus

Eliminando as letras maiúsculas de um alfabeto, Herbert Bayer deixou marcas tão duradouras como a Bauhaus deixou em seu curto e intenso tempo de existência

BAUHAUS 100: A inescapável referência Lucas Magalhães Moreira

Pode-se ver o toque da Bauhaus em toda parte: 
de edifícios colossais a computadores e pequenos objetos

A artesania do gênero: o legado da Bauhaus Renato Gonçalves

Na miríade do enlargamento das questões de gênero na primeira metade do século 20, a Bauhaus acabou por esgarçar formas ditas masculinas e femininas

Direita, esquerda e a incompetência política contemporânea Roberto Dutra

Enquanto a sociedade se torna mais complexa e mais difícil de ser transformada, mais se cultiva a fixação por “histórias simples” do “bem” contra o “mal”

A honestidade de Said e as falácias de Sayid Daniel Feldman

Uma resposta ao artigo “A fábula do sionismo de esquerda”, de Sayid Tenório, publicado no site da CULT

Ralph Ellison: a causa e o efeito Luiz Maurício Azevedo

O clássico livro ‘Homem invisível’ (1952) parece ser o último suspiro essencialista deste autor profundamente existencialista

A fábula do sionismo de esquerda Sayid Marcos Tenório

A esquerda sionista condena “atentados” realizados por palestinos que buscam independência, mas silencia diante do genocídio cometido pelas forças de Israel

Aos nascidos em 1964 Oswaldo Martins

Saibam pois os nascidos em 1964, que a segurança das instituições que hoje usufruímos é conquista recente

TV Cult