As origens da violência contra religiões afro-brasileiras Helô D'Angelo

Em 2016, mais de 70% dos 1.014 ataques registrados pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa eram contra fiéis da Umbanda e do Candomblé

Debater misoginia na psicanálise evita ‘má interpretação’ de Freud, dizem psicanalistas Helô D'Angelo

Hoje, a histeria identificada por Freud é compreendida como uma das formas do sujeito para lidar com a falta que define a condição humana. Mas historicamente o termo tem origem no grego, ‘hystéra’ (útero)

Mulheres relatam casos de assédio e violência durante Parada LGBT Helô D'Angelo e Nathalia Parra

Relatos de assédio sexual e agressões contra mulheres na Parada LGBT aquecem discussão sobre misoginia presente na militância gay

Em São Paulo, casas comunitárias acolhem pessoas LGBT vítimas de violência Helô D'Angelo

A Casa 1 e a Casa SóVulvas abrigam pessoas não-heterossexuais e transgêneras desabrigadas; 8,9% da população de rua em SP se identifica como LGBT

Nas instâncias do poder Amanda Massuela

As vereadoras mais votadas nas cinco maiores capitais brasileiras na última eleição defendem pautas diversas, da causa animal à educação infantil em tempo integral. Em comum, compartilham trajetórias de militância em uma estrutura política que as exclui sistematicamente   Dos 57.691 vereadores eleitos no dia 2 de outubro deste ano, 7.790 são mulheres, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Isso significa que, a partir de … Continue lendo “Nas instâncias do poder”

Umas e outras tantas Amanda Massuela

Nos palcos e fora deles, a encenadora e atriz Tânia Farias vive em constante simbiose com suas personagens: mulheres que fizeram ouvir suas vozes, mesmo que a gritos “A gente dormiu duas horas esta noite.” É o primeiro dia de apresentação do espetáculo O amargo santo da purificação em São Paulo. Às 15 horas, a peça … Continue lendo “Umas e outras tantas”

No útero, no imaginário, no cotidiano Bianca Santana

  “Todas as mulheres em idade fértil podem um dia engravidar – sobretudo em um contexto dominado pela heteronormatividade – mas nem todas desejam se tornar mães, ou desejarão em algum momento.” Está no Dicionário crítico do feminismo – livro coordenado por Helena Hirata, Françoise Laborie, Hélène Doaré e Danièle Senotier – e na percepção das mulheres. Se uma … Continue lendo “No útero, no imaginário, no cotidiano”

Coletivo de psicanalistas realiza atendimentos gratuitos no centro de SP Amanda Massuela

O grupo agora trabalha para que a iniciativa se espalhe para outros pontos da cidade, a começar pela praça Roosevelt

Transformar o feminismo difuso em potência política Amanda Massuela e Nathalia Parra

À convite da CULT, seis militantes feministas falam sobre a importância de se ressignificar o 8 de Março, transformando-o em um dia de luta, e não de flores

Identidade e apropriação cultural Nathalia Parra e Paulo Henrique Pompermaier

Especialistas afirmam que discussão é mais profunda: “Dizer que apropriação cultural se resume a usar ou não turbante é, na melhor das hipóteses, uma grande desonestidade intelectual”

TV Cult