Fragmentos para dias nada felizes Marcia Tiburi

Tudo é carvão, resto, num Brasil perdido nas trevas onde foi lançado por tantos algozes extraindo dele o que pode e o que não pode ser extraído há 500 anos

O trabalho do espírito Marcia Tiburi

O sequestro da espiritualidade pelas religiões do mercado leva junto o espírito, sem o qual não é possível viver. Nem mesmo para um ateu

A catástrofe e sua superação Marcia Tiburi

No ano passado, a coleção de catástrofes foi imensa. Ao superá-lo, é preciso saber compreender o que aconteceu e avançar levando aquilo que se aprendeu

A dimensão ética de Simone de Beauvoir Izilda Johanson

A autenticidade e a liberdade formarão o pano de fundo ético sobre o qual se erguerá todo trabalho da filósofa, escritora e pensadora francesa

Simone de Beauvoir: biblioteca básica Amanda Massuela

Com escrita marcadamente memorialista, Beauvoir publicou romances, ensaios e autobiografias; lançamento da Quixote-Do traz textos inéditos em português

Primeiras observações sobre o desastre brasileiro Antonio Negri

Para o marxista italiano Antonio Negri, é na relação e na recomposição política dos negros e comunistas que uma esquerda antifascista pode ser construída

Dossiê | A leitura de Achille Mbembe no Brasil Carla Rodrigues e Suely Aires

Com o filósofo camaronês, ganhamos recursos teóricos para pensar as especificidades do racismo brasileiro e o devir-negro no mundo colonizado

A democracia é possível? Renato Noguera

Segundo Achille Mbembe, a democracia e o neoliberalismo são inconciliáveis – e a democracia só é viável a partir do combate radical do racismo

O devir-negro do mundo Peter Pál Pelbart

Em Achille Mbembe, a negritude não é só uma condição subalterna reservada aos negros, mas o lote de sofrimento que abarca pobres, desempregados, imigrantes

Sujeito racial, governo dos corpos e branquitude Edson Teles

Achille Mbembe recorre aos conceitos de biopolítica, estado de exceção, poder soberano e os relaciona com os processos de colonização e descolonização

Fevereiro

TV Cult