O que o ato de colecionar nos fala sobre o presente? Luiza Batista Amaral

Benjamin propõe um olhar sobre a coleção não a partir de seu produto, a biblioteca, mas sobre o que está por trás da imagem desse conjunto de livros

Walter Benjamin e a fantasmagoria Eduardo Rebuá

A fantasmagoria foi uma categoria central para as análises de Walter Benjamin no projeto das Passagens, já presente nos textos mais maduros da década de 30

O cimento do método em ‘Visão do paraíso’ Luiz Costa Lima

O crítico e ensaísta Luiz Costa Lima comenta o diálogo de Sérgio Buarque de Holanda com o filólogo alemão Ernst Robert Curtius em ‘Visão do paraíso’

Um intérprete modernista do Brasil Manuel da Costa Pinto

Por que Sérgio Buarque de Holanda foi o mais modernista dos “intérpretes do Brasil”

Hannah Arendt e o ativismo dos indiferentes do bolsonarismo Thiago Dias da Silva

De um ponto de vista arendtiano, o bolsonarismo é uma nova cristalização de certos elementos antipolíticos do mundo moderno

Breve homenagem a Wagner Schwartz II Alessandra Parente

Atacado por performance nu, Wagner Schwartz retorna com ‘A boba’ na MITsp, e expande a linguagem do corpo em torno do vazio

O pensamento filosófico-feminista de Simone de Beauvoir Magda Guadalupe dos Santos

Obra da pensadora francesa permanece como ponto de interlocução no debate atual sobre gênero, e se abre para novas abordagens epistemológicas

“Nietzsche agiu como um álcool forte sobre Camus” Marcos Flamínio Peres

Michel Onfray defende que o autor de ‘O Estrangeiro’ foi muito superior a Foucault e Derrida na interpretação de Nietzsche

O pensador que queria ser indivíduo Juvenal Savian Filho

Fala-se de Kierkegaard como aquele que queria ser “indivíduo”, crítico mordaz de Hegel, do cristianismo e pai do existencialismo

Nas origens da filosofia contemporânea Gabriel Ferreira da Silva

Kierkegaard foi um filósofo rigoroso cuja contribuição no âmbito da filosofia dos séculos 19 e 20 ainda está para ser aferida

Setembro

TV Cult