Amazônia asfixiada Laboratoria: espaço transnacional de investigação feminista

Entre nós que aqui escrevemos, a experiência de reivindicar por oxigênio é inenarrável e a vivência do desamparo de um leito não disponível é material

Abolicionismo penal no mês da Visibilidade Trans: um convite Aline Passos

Toda denúncia de transfobia nas prisões, masculinas e/ou femininas, é uma demanda pelo fim de todas as prisões

Trump e a liberdade de expressão/opressão Wilson Gomes

Para os fetichistas da liberdade de expressão, parece que se Trump não puder mais usar o Twitter para delinquir, a democracia acabará amanhã

Sobre a vivência concreta do sexual Vladimir Safatle

Safatle responde à réplica de Eduardo Leal Cunha: “O que é da ordem da sexualidade se constitui a partir de uma disjunção profunda entre práticas e normas”

O Estadão e a renúncia de Bolsonaro Wilson Gomes

Um jornal que escreveu que o 2º turno de 2018 era uma escolha muito difícil não pode fazer de conta que não tem responsabilidade pelo que saiu das urnas

“Todas as mãos se juntam e cosem”: a reinvenção humana na poesia de Prisca Agustoni Diana Junkes

As mãos juntas cosem, ensina a poesia de Prisca Agustoni, numa travessia de histórias e alinhavos de amargura e esperanças

Vagina pulsante e penetração intelectual: sobre a filosofia de Paul B. Preciado Alessandra Affortunati Martins

Parece haver algo de novo na escrita do filósofo Paul B. Preciado: a experiência de ler seus textos filosóficos excita. Suas palavras incendeiam o corpo

Por que quem é bolsonarista precisa ser contra vacina? Wilson Gomes

Se você é de extrema-direita e/ou bolsonarista precisa estar em campanha para que as pessoas não se vacinem em meio a uma pandemia?

Não há heterossexuais Vladimir Safatle

O que aconteceria se descobríssemos que não há sujeito algum que possa ser descrito dessa forma, que “heterossexual” é uma categoria vazia?

O abolicionismo penal brasileiro e o desembarque da branquitude Aline Passos

Abolicionistas de primeira hora têm resistido aos abolicionismos tecidos por negros/as, nordestinos/as, lgbttqia+, influenciadores/as e familiares de presos

Fevereiro

TV Cult