A elegia que nos cabe nestes eróticos trópicos Welington Andrade

ou A dor, a glória e o gozo de vivermos no Brasil dias antes deste imenso manguezal secar totalmente Quando Zé Celso Martinez Corrêa subiu ao palco do Teatro São Pedro em fevereiro deste ano para receber o Prêmio Governador do Estado Para a Cultura 2014, não somente pela encenação da Odisseia Cacildas, que o … Continue lendo “A elegia que nos cabe nestes eróticos trópicos”

Os loucos parecem eternos Heitor Ferraz Mello

A literatura enredada de Maura Lopes Cançado, escritora mineira que passou vários anos internada em hospícios do Rio de Janeiro   Ela se dizia uma mulher bonita e com uma inteligência acima do normal. Sonhava em ser escritora quando chegou ao Rio de Janeiro, no final dos anos 1950. Trabalhou na redação do Jornal do … Continue lendo “Os loucos parecem eternos”

Tornar-se mulher, devir feminista Carla Rodrigues

  “Não se nasce mulher, tornar-se mulher”, tradução brasileira para o original “On ne naît pas femme, on devient femme”, é a frase célebre com a qual Simone de Beauvoir começa o segundo volume de O segundo sexo, em 1949 (o primeiro volume havia passado praticamente despercebido), cujo eco se ouve ainda hoje na política … Continue lendo “Tornar-se mulher, devir feminista”

Simone por Sylvie Magda Guadalupe dos Santos

Herdeira e editora da obra da filósofa, Sylvie Le Bon de Beauvoir analisa o legado intelectual deixado pela autora   Apresento ao público leitor Sylvie Le Bon de Beauvoir, tal como ela mesma gosta de se nomear: “herdeira e editora de Simone de Beauvoir”. Bem mais do que uma filha escolhida e adotada pela filósofa … Continue lendo “Simone por Sylvie”

Em matéria escolar, gosto se define Luan Fávero Montes

Publicamos a seguir o texto vencedor do concurso de redação Bons textos, boas ideias, lançado pelo blog CULT Educação, em agosto passado, cujo resultado foi anunciado no dia 15 de outubro.

É tanta coisa que não cabe aqui Luiz Camillo Osorio

Como dar conta da urgência política e social sem perder a dinâmica experimental da arte e de sua complexidade formal

Possíveis lições para uma curadoria crítica da arte Gabriela Motta

A importância da criação de discussões e da proposição de novos olhares para a formação de um debate estético-político-social

Pensamento em ação Júlia Rebouças

Atuação de crítico foi fundamental para o desenvolvimento da arte brasileira

A falta que faz uma crítica de arte Rafael Cardoso

Poucas são as tentativas de elaborar uma crítica dirigida ao ponto que interessa: como estender o usufruto e os benefícios da arte para um público mais amplo

Os disfarces do cruel deus tempo Claudio Daniel

A duração do deserto (2013), de Nina Rizzi, lançado no I Festival Poesia Nova, realizado no Centro Cultural São Paulo, é o segundo título da autora paulista que reside em Fortaleza e que também publicou Tambores pra n’zinga (2012). Em ambos volumes, a lírica narrativa de matiz modernista soma-se a outras referências, como a fotografia, … Continue lendo “Os disfarces do cruel deus tempo”

TV Cult