A ousadia de pensar o aborto: Uma questão bioético-política Fabio A.G. Oliveira, Letícia Gonçalves e Maria Clara Dias

A guerra masculinista sobre a soberania da deliberação sobre a questão do aborto, tendo o corpo e a vida das mulheres como campo de batalha

Antifundamentalismo Marcia Tiburi

Ao fundamento como ponto de equilíbrio podemos dar o nome de razoabilidade, que é tudo que nos falta em nosso momento atual

Já não vivemos em uma democracia Marcia Tiburi

Estamos na guerra de todos contra todos e quem não manejar suas armas se torna um simples “indesejável”

Aula como experiência revolucionária Marcia Tiburi

O esvaziamento da profissão de professor é consequência inevitável da desvalorização do trabalho educacional

Imbecilizadores profissionais Marcia Tiburi e Rubens Casara

É no clima do golpe e da ausência de reflexão que o imbecilizador profissional aparece, produzindo ignorância, insensibilidade e estupidez

Queermuseu, Brasil, 2017 Marcia Tiburi

Conservadores sempre buscaram administrar o desejo dos outros. Metem-se com as artes porque sabem que a esfera estética é estratégica para os jogos do poder

Uma preguiça útil Marcia Tiburi

Se a preguiça em relação ao trabalho é considerada ruim, a preguiça política não deixa de ser útil ao sistema

Uma reflexão sobre a corrupção Marcia Tiburi

Fato é que a corrupção existe, ela é mais concreta do que podemos imaginar e é verdade que não pode ser eliminada totalmente

Rafael Braga entre Deus e o Diabo Marcia Tiburi

Como Jó, transformado em coisa na aposta entre Deus e o Diabo, Rafael Braga está se tornando um símbolo – o que não parece ser algo bom para ele

Novembro

TV Cult