O que quer dizer “avanço eleitoral da direita”? Wilson Gomes

O que o número de prefeituras nos diz em 2020? Que a direita clássica, e não o bolsonarismo, é o bloco ideológico mais forte

Estante: Rose Marie Muraro, Melanie Klein, Baudelaire Redação

Um ensaio da patrona do feminismo brasileiro, uma investigação sobre um clássico da psicanalista austríaca e uma reunião de poemas em prosa do francês

‘Democracia e amor’: um mergulho no espetáculo à brasileira Diogo Dias

Curta dirigido por Rubens Rewald e Tales Ab’Sáber recoloca em questão os efeitos profundos das superficialidades da indústria cultural entre nós

E se amputassem a poesia? Corpo e linguagem em um poema de Paulo Ferraz Diana Junkes

Os versos de “para não esquecer” reivindicam e rememoram o retorno à vida de tantos sobreviventes silenciados pelos fatos, pela dor, pelo imponderável

O “preso Maria da Penha” e a armadilha da visibilidade Aline Passos

Em nome da visibilidade e proteção de algumas de nós, quantas outras estarão submetidas a violências inomináveis? E quem chamamos de “nós”?

Arcas de Babel: Prisca Augustoni traduz Mariella Mehr Curadoria Patrícia Lavelle

Poetas mostram seus trabalhos de tradução em curso; Augustoni nos traz poemas inéditos de uma das vozes mais importantes da literatura suíça contemporânea

Em 21º edição, Satyrianas traz mais de 400 atrações online Redação

Além de espetáculos teatrais, festival tem programação de cinema, dança, literatura, performances, música e fotografia; veja mais dicas

Contra a violência de Estado: fazer história juntas Laboratoria: espaço transnacional de investigação feminista

Detida pelo ICE, Myrna Lazcano foi deportada e separada das filhas, mas conseguiu voltar. No Harlem, luta para modificar as leis de imigração

Não esquecer, sempre lembrar Edimilson de Almeida Pereira

Em ‘Irmão de alma’, David Diop infiltra o olhar da literatura nas frestas de eventos parcialmente elucidados pela investigação histórica e sociológica

A brutalidade que nos governa e o racismo que ela comporta Wilson Gomes

A declaração do fim do que a extrema-direita chama de ‘politicamente correto’ significou um salvo-conduto para o preconceito e a discriminação, inclusive o racismo

Dezembro

TV Cult