Hassane Kouyaté: a arte como um exercício do livre-arbítrio Victor Kutz Manso

Hassane Kassi Kouyaté é diretor de teatro, contador de histórias e músico, e uma das mais importantes figuras da cultura francófona da África Ocidental hoje. Porém, um único substantivo pode resumir melhor as suas contribuições culturais: griô

entrevista | “Gênero se tornou um bode expiatório” Clara Rodrigues e Sonia Corrêa

Judith Butler e a contraimaginação para dissipar o “fanstasma” dos corpos dissidentes na cultura

“O que Lula fez em relação a Israel, ele deveria ter feito com tudo.” Caio Liudvik

Em uma época na qual as catástrofes se impõem como um “novo normal”, a proliferação das mais diversas fórmulas mercadológicas para nos tornar invulneráveis ao fracasso não deixa de ser paradoxal

Por uma psicanálise excêntrica Paulo Henrique Pompermaier

Uma psicanálise que centralize a linguagem e se recuse a totalizar a experiência humana. Essa é a prática defendida pela psicanalista Vera Iaconelli

entrevista | Marx e as veredas dos marxismos Caio Liudvik

Michael Löwy apresenta sutilezas e nuances muitas vezes desconhecidas da obra de Marx, como o ecossocialismo e a investigação sobre o suicídio, e demonstra como o pensamento do filósofo alemão segue com atualidade incontestável

entrevista | Refazer a utopia Luís Costa e Paulo Henrique Pompermaier

Em visita ao Brasil para lançar o segundo volume de “A saga dos intelectuais franceses, 1944-1989: O futuro em migalhas”, o historiador François Dosse conversou com a Cult sobre a crise das utopias, o fazer da História e o imaginar do futuro

entrevista | O fim do capital na era da informação Paulo Henrique Pompermaier

Autora de “O capital está morto”, a escritora australiana McKenzie Wark fala sobre pensar a realidade para além das ferramentas teóricas de Marx

A infância de olhos não tão livres Fernanda Paola e Paulo Henrique Pompermaier

O pediatra Daniel Becker fala sobre medicalização precoce, os acertos e erros na criação dos filhos e o que envolve uma boa parentalidade

“O Brasil precisa superar uma matriz de memória apequenada” Luís Costa

Primeira mulher negra a dirigir o Arquivo Nacional, a historiadora Ana Flávia Magalhães fala sobre memória e política arquivística sob a perspectiva da cidadania e dos direitos humanos

Entrevista | As mutações que o teatro provoca Welington Andrade

Entrevista com Camila Mota, responsável pela direção de “Mutação de apoteose”, com a participação da poeta e multiartista Cafira Zoé e da artista e arquiteta cênica Marília Piraju

TV Cult