Linn da Quebrada abre programação do Mix Brasil 2020; veja mais dicas

Linn da Quebrada abre programação do Mix Brasil 2020; veja mais dicas
A artista Linn da Quebrada faz show virtual na abertura da 28º edição do Festival Mix Brasil (Foto: Gabriel Renne/ Divulgação)

 

[Festival] Mix Brasil

A 28º edição do Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade começa na próxima quarta (11) e vai até o dia 22 de novembro. Além de 102 filmes de 24 países, entre curtas e longas, a programação online e gratuita inclui shows, peças teatrais, conversas sobre literatura e debates. A artista Linn da Quebrada abre o festival às 20h30 com um show virtual para fazer pensar e dançar. Haverá poucas sessões de cinema e espetáculos presenciais, seguindo os protocolos de segurança.

O festival é organizado anualmente desde 1993 pela Associação Cultural Mix Brasil com o objetivo de promover o respeito e a livre expressão da diversidade sexual. A ideia é buscar novas perspectivas para a compreensão da comunidade LGBT, fomentando a tolerância, o respeito, a cidadania e o combate a toda e qualquer forma de discriminação. Veja a íntegra da programação de 2020 no site do festival. 


[Música] Aláfia

Neste sábado (7), às 19h, os paulistanos da Aláfia se apresenta no teatro vazio do Sesc Pinheiros. Com transmissão pelo YouTube e Instagram do Sesc, o grupo mostra o show de “Liturgia Samba Soul”, baseado no mais recente álbum da banda, lançado em setembro de 2019, uma mistura de samba, soul, funk, jazz, disco-highlife, samba de gafieira e tambores de terreiro. Grátis.

[Festival] Estéticas da Periferia

Ainda dá para aproveitar o final do festival, que até domingo (8) promove atividades especiais com artistas LGBTQIA+ e representantes de vários estados do país. No sábado (7), o rapper Lucas Boombeat participa de uma roda de conversa com música a partir das 12h. No último dia de evento, o bloco cearense Maracatu Solar faz um pocket show às 13h10, a Rede Ocupa Funk! faz uma apresentação de passinho às 13h50 e o coletivo Vie La En Close apresenta o documentário Viela em cores às 18h30. A programação é grátis e online, com transmissão pelo YouTube da Ação Educativa.

[Música] Trio Misturada 

Na segunda (9), às 20h, o Trio Misturada, formado por Gabriel Maia, Mateus José e Matheus Marinho, se apresenta no Palco Virtual do Itaú Cultural. No repertório, músicas inéditas compostas durante a pandemia do coronavírus e canções do álbum Caminhos, de 2019. A transmissão será via Zoom e os ingressos, gratuitos, podem ser adquiridos pela plataforma Sympla.

[Cinema] Repescagem da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Até domingo (8), às 23h59, a mostra de cinema mais tradicional da capital paulista mantém 130 títulos disponíveis na plataforma Mostra Play. Os filmes custam R$ 6 reais e podem ser assistidos no intervalo de 24 horas após o primeiro play. Dá tempo de ver, por exemplo, Chico Rei entre nós, vencedor na categoria de melhor documentário brasileiro na edição de 2020. Dirigido por Joyce Prado, o filme mostra as reverberações do rei congolês escravizado que, no Brasil, lutou por liberdade para si e para o seus. Veja aqui a lista completa de filmes.

chico rei entre nos
Eleito melhor documentário, ‘Chico Rei entre nós’ está na repescagem da Mostra de Cinema de São Paulo (Foto: Divulgação)

[Audiovisual] Nicho Novembro

Também na segunda (9) começa a segunda edição do Nicho Novembro, que reúne mostra de filmes, laboratório de desenvolvimento de projetos de criadores negros e painéis sobre o tema do ano: audiovisual como direito ao trabalho. Organizadas pelo Nicho 54, instituto que atua no desenvolvimento de carreira de profissionais negros no audiovisual, as atividades são online e gratuitas, com transmissões pelo Zoom e pelo Facebook. Até 15/11. Mais informações aqui. 

[Cinema] Brazil Cinefest Award

Até 15/11, o festival internacional disponibiliza na plataforma Spcine Play onze curtas vencedores das edições anteriores. Entre os brasileiros, há filmes premiados como Laura, de Thiago Valente, e a animação Até a China, de Marcelo Marão. Entre os destaques internacionais estão Galinhas, do estadunidense Bryan Montgomery Jr., e A leiteira, da polonesa Agnieszka Baginska. As exibições são gratuitas.

[Exposição] OSGEMEOS: segredos

Na Pinacoteca, a exposição OSGEMEOS: segredos conta com mais de mil obras dos artistas paulistanos, 50 delas inéditas no Brasil. Há pinturas, instalações imersivas e sonoras, esculturas, intervenções site specific, desenhos e cadernos de anotações dos tempos de adolescência dos irmãos Otávio e Gustavo Pandolfo. A mostra fica em cartaz até fevereiro de 2021. A entrada custa R$25,00 e é necessário marcar data e horário, devido às medidas de segurança durante a pandemia. Mais informações aqui. 


> Assine a Cult. A mais longeva revista de cultura do Brasil precisa de você

Deixe o seu comentário

Dezembro

TV Cult