‘Habitando o tempo’, de Marília Guimarães

‘Habitando o tempo’, de Marília Guimarães

 

Em 1970, Marília Guimarães sequestrou um avião junto de seus dois filhos pequenos e seis companheiros de guerrilha, e foi viver em Cuba. Passou dez anos na ilha “construindo uma nova sociedade”. A ex-guerrilheira recupera essas memórias no livro Habitando o tempo, publicado pela LiberArs, e que será lançado nesta quarta (23), às 18:30h, na Livraria Martins Fontes da avenida Paulista.

“É um relato dramático de uma jovem com duas crianças pequenininhas cruzando o céu da América Latina e tentando encontrar um porto seguro”, afirma. No livro, Guimarães relembra o ano que passou na clandestinidade fugindo da polícia, a década em que viveu na ilha de Fidel Castro e os detalhes do sequestro do voo 114, o mais longo realizado durante a ditadura.

Foram quatro dias de voo, com paradas em três países diferentes, até o desembarque final em Havana. Os capítulos dessa memória são registradas em meio a citações de músicas e poemas. Para a escritora, a arte foi a forma de “amenizar as dores e sofrimentos desse caminho que escolhi para mim, de defender a humanidade”.

Lançamento de ‘Habitando o tempo’
Quando:
23 de agosto, às 18:30h
Onde: Livraria Martins Fontes – Av. Paulista, 509

Deixe o seu comentário

Setembro

TV Cult