Racistas otários, nos deixem em paz

Racistas otários, nos deixem em paz
Rafael Braga, único preso nos protestos de 2013, foi condenado a 11 anos de prisão (Reprodução/Arte Revista CULT)

Como pode a cor da pele ser determinante para dizer quem é bandido ou não? Quem vive ou não?

 

Que pais é esse, que continua tão cruel como há quase três décadas? Igual não, pior. Como pode a cor da pele ser determinante para dizer quem é bandido ou não? Aliás, na Lava Jato não há negros, e mesmo assim são os bandidos. A tentativa de exterminar o negro e colocá-lo a toda prova é um pesadelo.

Em pleno século 21, Rafael é condenado para que sua voz seja calada. Condenado para servir de exemplo – por se pobre, por ser negro. Como pode Gabriel, 16, ser espancando com um taco de basebol até morrer; Maria, 13, levar um tiro na perna; João Vitor, 13, ser assassinado porque estava na porta de um fast food; Patrick, 19, ser amarrado, linchado e executado a tiros; Luana, 30, ser espancada até a morte por que foi levar o filho na escola?

A mãe, Tati, chora por seu filho. As Mães de Maio choram pelos filhos. As mães de Mogi gritam por seus filhos. As mães do Rio de Janeiro não aceitam a execução dos seus filhos.

Ontem, 69 foram mortos; hoje, mais 69; amanhã outros 69 serão mortos, e assim, por dia, muitos negros seguem sendo mortos. Nada mais a dizer a não ser:

Racistas otários nos deixem em paz
Pois as famílias pobres não aguentam mais
Pois todos sabem e elas temem
A indiferença por gente carente que se tem
E eles veem
Por toda autoridade o preconceito eterno
E de repente o nosso espaço se transforma
Num verdadeiro inferno e reclamar direitos
De que forma
Se somos meros cidadãos
E eles o sistema
E a nossa desinformação é o maior problema
Mas mesmo assim enfim
Queremos ser iguais
Racistas otários nos deixem em paz
Justiça
Em nome disse eles são pagos
Mas a noção que se tem
É limitada e eu sei
Que a lei
É implacável com os oprimidos
Tornam bandidos os que eram pessoas de bem
Pois já é tão claro que é mais fácil dizer
Que eles são os certos e o culpado é você
Se existe ou não a culpa
Ninguém se preocupa
Pois em todo caso haverá sempre uma desculpa
O abuso é demais
Pra eles tanto faz
Não passará de simples fotos nos jornais
Pois gente negra e carente
Não muito influente
E pouco frequente nas colunas sociais
Então eu digo meu rapaz
Esteja constante ou abrirão o seu bolso
E jogarão um flagrante num presídio qualquer
Será um irmão a mais
Racistas otários nos deixem em paz
Então a velha história outra vez se repete
Por um sistema falido
Como marionetes nós somos movidos
E há muito tempo tem sido assim
Nos empurram à incerteza e ao crime enfim
Porque aí certamente estão se preparando
Com carros e armas nos esperando
E os poderosos me seguram observando
O rotineiro Holocausto urbano
O sistema é racista cruel
Levam cada vez mais
Irmãos aos bancos dos réus
Os sociólogos preferem ser imparciais
E dizem ser financeiro o nosso dilema
Mas se analisarmos bem mais você descobre
Que negro e branco pobre se parecem
Mas não são iguais
Crianças vão nascendo
Em condições bem precárias
Se desenvolvendo sem a paz necessária
São filhos de pais sofridos
E por esse mesmo motivo
Nível de informação é um tanto reduzido
Não…
É um absurdo
São pessoas assim que se fodem com tudo
E que no dia a dia vive tensa e insegura
E sofre as covardias humilhações torturas
A conclusão é sua…KL Jay
Porém direi para vocês irmãos
Nossos motivos pra lutar ainda são os mesmos
O preconceito e desprezo ainda são iguais
Nós somos negros também temos nossos ideais
Racistas otários nos deixem em paz
Os poderosos são covardes desleais
Espancam negros nas ruas por motivos banais
E nossos ancestrais
Por igualdade lutaram
Se rebelaram morreram
E hoje o que fazemos
Assistimos a tudo de braços cruzados
Até parece que nem somos nós os prejudicados
Enquanto você sossegado foge da questão
Eles circulam na rua com uma descrição
Que é parecida com a sua
Cabelo cor e feição
Será que eles veem em nós um marginal padrão
50 anos ágoras se completam
Da lei antirracismo na constituição
Infalível na teoria
Inútil no dia a dia
Então que fodam-se eles com sua demagogia
No meu pais o preconceito é eficaz
Te cumprimentam na frente
E te dão um tiro por trás
“O Brasil é um pais de clima tropical
Onde as raças se misturam naturalmente
E não há preconceito racial. Ha,Ha…..”
Nossos motivos pra lutar ainda são os mesmos
O preconceito e o desprezo ainda são iguais
Nós somos negros também temos nossos ideais
Racistas otários nos deixem em paz…

(Racionais MC’s)

Deixe o seu comentário

Fevereiro

TV Cult