O bolsonarismo e os médicos cubanos Wilson Gomes

Bolsonaro nem precisou começar a governar para cumprir uma promessa de longa data, recentemente reaparecida na campanha: tirar os médicos cubanos do Brasil

A esquerda identitária e a satanização da maioria Wilson Gomes

Como ganhar uma eleição quando a maioria dos eleitores precisa assumir-se culpado e privilegiado para começo de conversa?

Na 1º semana do bolsonarismo, a democracia ainda respira Wilson Gomes

A opinião pública, o Supremo Tribunal Federal e Sérgio Moro como obstáculos entre o bolsonarismo e a desfiguração da democracia

Entre o assombro e a normalização Wilson Gomes

Os compromissos assumidos por Bolsonaro em sua campanha não são ameaça à democracia suficiente para nos assombrar e mobilizar? Lamentavelmente, não

Consumidor, torcedor e membro de seita: o eleitor brasileiro de 2018 Wilson Gomes

Análise da distribuição das atitudes eleitorais na sociedade revelaria proporção assustadoramente grande de eleitores-torcedor ou membros de uma seita

Novíssima enciclopédia da política nacional Wilson Gomes

As Gloriosas Jornadas de Junho, a Revolta dos Patos, o Lavajatismo, o Bolsotarismo e outros verbetes da história recente da política nacional

É o Whatsapp, estúpido! Wilson Gomes

Grupos de WhatsApp de apoio a Bolsonaro serviram para veicular teorias da conspiração, fake news, memes e áudios. Enfrentaram a TV e ganharam

A seis passos da tragédia Wilson Gomes

O pavor diante do PT, até o momento, vai se provando maior que a ojeriza a Bolsonaro. E nesta eleição, apenas ele podia galopar no lombo do antipetismo

A tragédia eleitoral do antipetismo Wilson Gomes

O ódio ao PT é uma doença do espírito. Para comprovar esta hipótese, basta a análise de duas consequências deste sentimento nas eleições de 2018

Nem todo eleitor de Bolsonaro é fascista. Mas o que isso significa? Wilson Gomes

Ainda que não sejam ou não se achem fascistas, eleitores de Bolsonaro endossam o fascismo para saciar obsessão antipetista

Setembro

TV Cult