A ditadura dos algoritmos e a informação para conformar o que já se pensa Dennis de Oliveira

Em tempos de algoritmos, o que vale é a capacidade de determinada informação (verídica, fake news ou sem relevância) atingir e se espraiar dentro das bolhas

Entre o céu de Watergate e o inferno de Jayson Blair Dennis de Oliveira

Dois momentos importantes nos últimos 50 anos simbolizam a ascensão e a queda da credibilidade do jornalismo diante dos cidadãos

Zuenir Ventura: Não podemos reduzir o mundo a 140 toques Wilker Sousa

Em João Pessoa, Ventura fala à CULT sobre o jornalismo praticado nos primeiros dez anos do século 21

Mito obscuro Adriana Marcolini

Amigo do jornalista polonês Ryszard Kapuscinski, Artur Domoslawski rechaça acusações de que o tenha traído e diz que apenas escreveu uma verdadeira biografia

A memética e a era da pós-verdade Ivana Bentes

Estamos vendo a ressaca de um desses processos de memetização: a demonização, criminalização e desqualificação das esquerdas no Brasil e no mundo

Pioneira, espanhola foi primeira mulher a dirigir um jornal de circulação nacional Helô D'Angelo

María Luz Morales chegou a ser presa em um convento pela ditadura franquista e precisou usar pseudônimos masculinos para se lançar no jornalismo

Jornalismo é política Bianca Santana

De tempos em tempos surge a frase: “Isso não é jornalismo, é política”. E que jornalismo não seria político?

"Falta enfoque na cobertura de música"

Mesa discutiu como a música erudita é tratada na imprensa

Feira do Livro de Ribeirão Preto começa hoje

Ariano Suassuna e Ferreira Gullar estão entre os convidados

Sobre Paulo Francis

Com o Francis sempre havia ansiedade. O jeitão dele era genuíno. Nós nunca sabíamos como iria se comportar no programa (o Manhattan Connection). Estaria de bom humor? Rabugento? Respeitaria a pauta? Falaria sobre o que bem entendesse? Com humildade, os demais participantes (eu, o Nelsinho Motta e mesmo o âncora Lucas Mendes) sabiam que precisavam … Continue lendo “Sobre Paulo Francis”

TV Cult