Publicado há 50 anos, Cem anos de solidão fez de Macondo expressão simbólica da América Latina Paulo Henrique Pompermaier

Principal obra de Gabriel García Márquez e uma das mais importantes da literatura latino-americana foi lançada no dia 30 de maio de 1967

O impacto da solidão Francisco Maciel

Fidel Castro, as disputas na república das letras e a angústia da criação guiam García Márquez em direção a uma certeza: literatura é poder

Em colóquio, Vargas Llosa fala sobre rompimento com Gabriel García Márquez Da redação

O peruano relembrou sua convivência com Gabo e comentou, após um longo silêncio, as indisposições políticas que afastaram os escritores em 1976

García Márquez em e-book

Obra-prima “Cem anos de solidão” sai em formato digital no dia do aniversário do autor

Festival Latino

O curta-metragem Lagosta Azul (1954), única experiência do escritor Gabriel García Márquez como diretor de cinema, é um dos destaques do 6º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, junto com outros filmes roteirizados pelo colombiano. Márquez é um dos homenageados do evento, junto com o baiano Orlando Senna, diretor de Iracema, Uma Transa Amazônica … Continue lendo “Festival Latino”

Setembro

TV Cult