Essas mulheres: Roberta Estrela D’Alva

Essas mulheres: Roberta Estrela D’Alva
  A CULT perfilou sete mulheres de diferentes idade e campos de atuação, que vão do mercado editorial ao setor Jurídico; conheça Roberta Estrela D'Alva A atriz, dramaturga, diretora, poeta e MC, Roberta, alcunhada por uma amiga na época da escola de Estrela D'Alva, nasceu em Diadema, São Paulo. Cofundadora da companhia teatral Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e do coletivo Frente 3 de Fevereiro, Roberta Estrela D´Alva é a primeira brasileira a conquistar um lugar na Copa do Mundo de Slam, uma competição internacional de poesia, com influência do rap e do hip hop. A atriz obteve a terceira colocação na edição de 2012, sendo a única mulher a subir no pódio. Desde a conquista do prêmio, Roberta tem sido a porta-voz da modalidade do slam no Brasil, e sua poesia ritmada tem ganhado cada vez mais destaque. “A real é a seguinte: eu cheguei aqui e já estou frenética, trabalhando na correria”, declara Roberta, recém-chegada de uma viagem à França, iniciando a entrevista com a linguagem e a energia de quem dança, rima, faz poesia, canta, recita e interpreta, quase tudo isso ao mesmo tempo, em espetáculos chamados de spoken-word, uma mistura de oralidade ritmada e poética musical. No palco, Roberta promove uma viagem a temas como amor, paixão e vida, mas também toca nas feridas sociais, como o racismo e a exclusão de classe. “Escrevo para falar, por pura necessidade de me expressar. Eu nunca fico pensando ‘sobre o que eu vou escrever agora?’ Eu vivo no mundo de olho aberto, e as coisas vão provocando, vão pedindo para serem ditas, a

Assine a Revista Cult e
tenha acesso a conteúdos exclusivos
Assinar »

TV Cult