Cinema de Buñuel, Feira LGBT+ de Arte Gráfica, Bloco Angola Janga e mais

Cinema de Buñuel, Feira LGBT+ de Arte Gráfica, Bloco Angola Janga e mais
Cena de 'Um cão andaluz' (1929), filme de Luis Buñuel e Salvador Dalí (Foto: Reprodução)

 

[Festival] Rio Refugia 

O dia 20 de junho é celebrada internacionalmente como o Dia Mundial do Refugiado. Nesta data, o Sesc Tijuca recebe a terceira edição do Rio Refugia, um evento que busca despertar a consciência e solidariedade para com os refugiados que vivem no Brasil, dando espaço para que apresentem aspectos de suas culturas. Estão programadas apresentações musicais, oficinas e uma feira de moda e gastronomia. Dentre as nações presentes estão Venezuela, Colômbia, Haiti, Congo, Síria e Nigéria.

20/06, das 10h às 18h, no Sesc Tijuca, rua Barão de Mesquita, 539, Andaraí (Rio de Janeiro – RJ). Grátis. Saiba mais.

[Cinema] Histórias do Movimento Lésbico em São Paulo

Às vésperas da 17º Caminhada de Mulheres Lésbicas e Bissexuais de São Paulo, o Cine Sapatão promove uma sessão de mini-documentários da TV USP e vídeos dirigidos pela militante do movimento lésbico brasileiro Maria Angelica Lemos. Haverá debate depois das sessões com a presença da própria Maria Angelica, com as organizadoras do Cine e representantes da Caminhada. O objetivo é fomentar discussões acerca da visibilidade e luta das mulheres lésbicas, mesmo dentro do movimento LGBT.

21/06, das 15h às 18h, no Jardin do Centro, rua General Jardim, 490 (São Paulo -SP). Grátis. Saiba mais.

[Música] Suíte Masai: Flávio Renegado e Orquestra Ouro Preto

A turnê de lançamento do álbum  Suíte Massai começa em junho. Trata-se de uma obra que mistura a energia do rap com a música clássica, apresentada por Flávio Renegado e a Orquestra Ouro Preto, com orquestração de Marcelo Ramos e regência de Rodrigo Toffolo. Ao todo são 35 músicos envolvidos, entre os membros da banda do rapper e da orquestra. As canções são retratos inspirados no cotidiano da tribo Massai, do Quênia, escritas por Renegado após uma extensa pesquisa em busca de sua ancestralidade.

21/06, das 20h30 às 22h30, na Praça Tiradentes (Belo Horizonte – MG). Grátis. Saiba mais

[Espetáculo] Mizimu

No dia 22 de junho acontece a última apresentação do musical Mizimu, encenado por jovens de 16 a 25 anos vindos de Malaui, país da África Oriental. Eles fazem parte do grupo Hear Us Children, que busca destacar e apresentar a outros países a beleza cultural da região, bem como os resquícios deixados pela colonização. Por meio de danças regionais, como mwinoghe, gwanyansa, chisamba/chingondo, kazukuta, kalumbwana, beni e ching’ande, o espetáculo narra a história do país e apresenta elementos geográficos do Malaui.

22/06, das 11h às 12h, Museu Afro Brasil, av. Pedro Álvares Cabral, s/n (São Paulo -SP). Grátis. Saiba mais.

[Independente] Feira Ardente

O objetivo da Feira Ardente é oferecer um espaço para que artistas independentes possam expor e vender seus trabalhos, e fortalecer a relação desses artistas com os lugares que promovem cultura em Vitória. Além das obras, estão incluídas na programação exposições, opções para comer e um Flash Tattoo. O local da Feira é uma loja colaborativa localizada no centro da cidade.

22/06, das 14h às 19h, no Stúdio Etá, rua Gama Rosa, Centro (Vitória – Espírito Santo). Grátis. Saiba mais.

[Feira] Poc Con 

Em pleno mês do orgulho e às vésperas da Parada LGBT+ de São Paulo, Mário César (Bendita Cura) e Rafael Bastos Reis (Pornolhices) organizam a primeira edição da Poc Con, uma feira de artes gráficas produzida por talentos LGBT+. O evento inclui espaço expositivo para artistas, uma seção de lojistas (onde o público pode encontrar de editoras a estúdios de tatuagem) e praça de alimentação. Além disso é possível adquirir, antes da Con, um Kit Gay, que inclui adesivos, ímãs e um poster.

22/06, das 10h às 19h, no Osaka Naniwa-Kai, rua Domingos de Morais, 1581 , Vila Mariana (São Paulo -SP). Grátis. Saiba mais.

[Cinema] Cinco obras de Luis Buñuel

O Cinematógrafo realiza mais um de seus ciclos temáticos, dessa vez com obras do mestre surrealista Luis Buñuel. Serão exibidos cinco de seus filmes: Um cão andaluz, da fase espanhola (parceria com Salvador Dalí); O anjo exterminador e Simão do deserto, da fase mexicana; e A bela da tarde e O discreto charme da burguesia, da fase francesa. Nos dias 22 e 23, os ingressos das 10h valem para duas sessões.

22/06, das 10h às 13h, Saladearte Cinema da UFBA, av. Reitor Miguel Calmon, s/n, Vale do Canela (Salvador – BA). Até R$ 30. Saiba mais.

[Oficina] Dança do Bloco Angola Janga

O Bloco Angola Janga celebra seus cinco anos convidando a todos que desejam aprender a dançar (mesmo aqueles que nunca dançaram na vida). Os participantes terão aulas sobre preparação corporal, noções de ritmo, alongamento, reconhecimento do espaço, além dos conceitos e movimentos base dos estilos que executados pelo bloco. Os membros também estarão à disposição para compartilhar experiências sobre a iniciativa e escutar as observações do público.

22/06, das 14h às 17h, no Centro de Referência da Juventude, rua Guaicurus, 50, Centro (Belo Horizonte – MG). Grátis. Saiba mais.

[LGBT] 23º Parada do Orgulho LGBT

A 23ª Parada LGBT de São Paulo tem como tema os 50 anos de Stonewall. Organizada pelo ONG APOGLBT SP, trata-se de um dos maiores eventos do mundo que celebra a comunidade LGBT. Este ano, estão confirmados 19 trios, que levarão o público pela Avenida Paulista até a Consolação. Dentre as artistas que se apresentam estão as drag queens Tchaka e Gloria Groove, a atriz Fernanda Lima, a ex-Spice Girl Melanie C e a cantora Iza.

23/06, das 10h às 18h, na avenida Paulista (São Paulo – SP). Grátis. Saiba mais.

[Roda de conversa] Mulheres e refúgio: histórias para ocupar a cidade 

O projeto “Mulheres e Refúgio: histórias para ocupar a cidade” busca conscientizar o público geral sobre as histórias e situação de mulheres em situação de refúgio por meio de lambe-lambes. Dez mulheres ofereceram relatos que foram transformados em frases e artes por voluntárias capacitadas pelo próprio projeto. Na etapa final, a iniciativa convida para uma roda de conversa com algumas das mulheres envolvidas seguida da saída para a “colagem coletiva” dos lambe lambes criados.

24/06, das 19h às 22h, no Nex Coworking, ladeira da Glória, 26, Glória (Rio de Janeiro – RJ). Grátis. Inscrições aqui. Saiba mais.

[Clube de leitura] Palavra de mulher

A obra do mês de junho do Palavra de Mulher, clube de leitura feminino que se encontra mensalmente,  é o livro Ensinando a transgredir – a educação como prática da liberdade, de bell hooks. Os encontros do grupo são gratuitos e abertos a qualquer um que tenha interesse em discutir a obra. Os debates têm como objetivo incentivar a leitura de autoras. As próximas obras são escolhidas por meio de enquetes nas redes sociais do clube.

24/06, das 19h às 22h, na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte, rua Guaicurus, 50, Centro (Belo Horizonte – BH). Grátis. Saiba mais.

[Congresso] 1º Encontro Regional de Literatura Brasileira e Sociedade

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) sedia  1º Encontro sobre Literatura Brasileira e Sociedade, a fim de estabelecer debates e diálogos entre teoria literária, filosofia e sociologia para pensar questões atuais do Brasil. Quatro instituições de ensino -UFPE, UFRPE, UFPB e UFSE- estarão representadas por seus professores e pesquisadores, mas também pela comunidade acadêmica. Estão programadas cinco mesas ao longo dos três dias.

26 a 28/06, vários horários, PPGS UFPE, av. Prof. Moraes Rego, 1235, Cidade Universitária (Recife – PE). Grátis. Inscrições no link. Saiba mais.

 

Deixe o seu comentário

Dezembro

TV Cult