A revolta de Albert Camus contra a peste Raphael Luiz de Araújo

Diante dos desafios que enfrentamos, o retorno à obra de Camus nos coloca em comunidade para fazer frente a nossa condição trágica

Ética e peste: uma perspectiva teológica feminista Ivone Gebara

Mostrar o inferno e prever que ele terá em breve chamas maiores não significa necessariamente ajudar as pessoas que já vivem em outros infernos

Os limites do carisma: ética, trabalho e necropolítica Ruy Braga

Algo estratégico à narrativa necropolítica bolsonarista começou a manquejar com a chegada da pandemia

A ética da psicanálise e a peste generalizada Christian Ingo Lenz Dunker

A peste é uma alegoria precisa para os propósitos de Lacan, por se colocar na encruzilhada entre os dois mundos dos quais emerge a psicanálise como discurso, como clínica e como ética

A aceleração da história e o vírus veloz Tales Ab’Sáber

Na reversão da união da virulência do vírus com a virulência de nosso mundo hiperacelerado, desacelerar a vida se tornou parte importante do antídoto

Coreia do Sul, Brasil… ou o pior Carla Rodrigues e Suely Aires

Muitos autores acreditam que a Covid-19 pode mudar a organização do neoliberalismo. Sozinho, no entanto, o vírus não é capaz de transformações sociais

Sobreviver, mais uma vez! Ernani Chaves

Qual é nossa posição nesse cenário? Somos soldados contra o quê, de quem, a quem obedecemos, por que obedecemos ou devemos obedecer?

Pandemia: a antítese entre sociedade e mercado Marcio Sotelo Felippe

A Covid-19 vem no momento em que avançamos selvagemente para o neoliberalismo em suas máximas e trágicas consequências

O despotismo delivery do capital Tarso de Melo

Entre o que Marx observou e nossa quarentena, algo importante se mantém: a lucratividade do capital é garantida e ampliada pela exploração dos trabalhadores

“Arbeit Macht Frei”: Brasil, 2020 Aislan Camargo Macieira

A premissa nas relações sociais e de trabalho no Brasil dialoga com a ideia nazista exposta no letreiro de entrada do complexo de Auschwitz

TV Cult