Privado: Tolstói ou Dostoiévski?

Privado: Tolstói ou Dostoiévski?
por Jaqueline Gutierres e Marília Kodic A revista CULT pediu a três dos mais importantes críticos e escritores brasileiros que apontassem qual dos dois monstros sagrados da literatura preferem, que obra julgam a melhor e quais foram seus herdeiros. Leia a seguir as respostas. Qual é o maior? Cristovão Tezza É difícil escolher entre os dois, não? Em geral, prefiro Dostoiévski; acho que o centro da literatura dele, a reflexão moral, colocada sempre na urgência do tempo presente, continua extremamente viva. É, talvez, a chave da sobrevivência da literatura, o seu campo de ação, nos tempos de hoje. Crime e Castigo parece que foi escrito ontem. Nada envelheceu. Tolstói é outro monstro, é claro. Considero A Morte de Ivan Ilitch um dos textos mais fantásticos da modernidade. Mas eu diria que, em geral, ele é um escritor um pouco mais datado que Dostoiévski, composicionalmente um pouco mais conservador, um pouco mais “fechado”. Mas é apenas nessa comparação que dizer isso faria sentido... Walnice Nogueira Galvão Literatura não é futebol. Não tem essa de Tolstói ou Dostoiévski, os dois são excelentes e dois dos maiores escritores que a humanidade já produziu. Marcelo Backes Prefiro Dostoiévski a Tolstói, porque Dostoiévski é mais desequilibrado, consegue mergulhos mais profundos na alma humana, tanto que Nietzsche, que não perdoava ninguém e se vangloriava como psicólogo, valorizava Dostoiévski como psicólogo, como o único psicólogo do qual tinha algo a aprender. Qual sua obra preferida de cada um deles? Cristovão Tezza Cri

Assine a Revista Cult e
tenha acesso a conteúdos exclusivos
Assinar »

Dezembro

TV Cult