Tempo, textura: sobre o novo disco de Vladimir Safatle Irineu Franco Perpetuo

Além de exploração do tempo, pode-se definir a pesquisa musical de Safatle também como investigação de texturas; “Tempo tátil” é o 2º disco do autor

Não há heterossexuais Vladimir Safatle

O que aconteceria se descobríssemos que não há sujeito algum que possa ser descrito dessa forma, que “heterossexual” é uma categoria vazia?

Dar a sombra: Celan em seus cem anos Vladimir Safatle

Em Celan, céu não é apenas o lugar no qual brilham as estrelas, mas onde o firmamento se confunde com o mar, com seu fundo de correntezas invisíveis

A força da ação Daniel de Mesquita Benevides e Tarso de Melo

O filósofo Vladimir Safatle fala sobre a nova edição de textos de Carlos Marighella, que coordena, e faz uma análise da situação atual do país

Dinâmicas de emergência Peter Pál Pelbart

Em ‘Dar corpo ao impossível’, o filósofo Vladimir Safatle resgata a dialética de Adorno em convergência com a filosofia da diferença de Deleuze

Nada aconteceu

Comentando o tema da morte e do luto abordado por Christian Dunker na edição anterior, Vladimir Safatle escreve sobre o árduo trabalho de conseguir encontrar lugar para nossas experiências

O que é fascismo? Vladimir Safatle

Nesta eleição, o termo “fascista” foi usado para descrever formas de discurso e posições políticas. Como identificar uma forma fascista de vida?

Dando corpo ao impossível Vladimir Safatle

Uma revolução política modifica ou não a estrutura da linguagem? Seria a linguagem transformada quando rupturas sociais fundamentais ocorrem?

O Brasil é uma forma de desaparecimento Vladimir Safatle

Por que o Brasil, por alguma razão ligada a uma patologia cultural, faz desaparecer o que ele mesmo produz

Criar o poder popular Vladimir Safatle

País ingovernável, Brasil não precisa da tão falada “reforma política”, mas de uma refundação institucional: é preciso dar presença efetiva ao poder popular

Fevereiro

TV Cult