Privado: A invasão russa

Privado: A invasão russa
O leitor brasileiro vive neste final de ano um momento ímpar, quase um frisson, com a publicação de duas obras cruciais da narrativa russa.Uma é Guerra e Paz, o monumental romance histórico de Tolstói, que sai no início de dezembro pela Cosac Naify em tradução de Rubens Figueiredo (que já vertera Anna Kariênina).A outra é a Nova Antologia do Conto Russo (1792-1995) (Editora 34), mais abrangente compilação do gênero já lançada aqui, com organização do professor da USP Bruno Gomide.E, o melhor, ambas foram vertidas diretamente da língua original. Juntamente com as traduções dos grandes romances de Dostoiévski que Paulo Bezerra vem lançando (também pela Editora 34), o leitor vive hoje uma situação similar à dos anos 1980, quando Modesto Carone começou a publicar suas traduções, diretas do alemão, das obras de Kafka.A convite da CULT, vários especialistas – entre eles Joseph Frank, Aurora Bernardini e Cristovão Tezza – debatem a vitalidade dessa literatura, que permanece uma das mais poderosas e influentes do cenário mundial.

Assine a Revista Cult e
tenha acesso a conteúdos exclusivos
Assinar »

Edição do mês

Edições anteriores

Busca de Edições

TV Cult