VIP Art Fair: feira democrática

VIP Art Fair: feira democrática
Na navegação do site, é possível visualizar as obras de cada artista

Com o intuito de cortar custos, aproximar os continentes e ampliar os espectros, a VIP Art Fair – e aqui, a sigla ganha novo significado: “viewing in private”, ou “visualização privativa” – será a primeira feira de arte virtual do mundo.

Organizada por James Cohan, dono da prestigiada e homônima galeria de Nova York, e sua mulher Jane, o evento reúne 139 galerias (veja a lista aqui) dos cinco continentes. Dentre as brasileiras estão as galerias Fortes Vilaça, Nara Roesler e Luisa Strina.

“Desenvolvemos, através da tecnologia, um sistema refinado no qual as galerias e os colecionadores pudessem tirar vantagem da abrangência global da internet”, diz Jane Cohen, organizadora da feira. E explica: “Ao fazer login, os internautas entrarão no Atrium, onde podem acessar informações gerais sobre a feira, além de um mapa dos três halls, Premier, Focus e Emerging, onde poderão navegar”.

O evento vai de 22 a 30 deste mês e o acesso é livre, mas interessados em realizar compras devem comprar ingressos VIP, que custam US$ 100 nos dois primeiros dias e US$ 20 nos restantes. As negociações são feitas diretamente entre comprador e vendedor.

Deixe o seu comentário

Setembro

Artigos Relacionados

TV Cult