oficina literária | Poema pra vender refrigerantes

Edição do mês
oficina literária | Poema pra vender refrigerantes
Fernando Saraiva
  eu tenho sede de sucesso lambo gargalos : otimismo e xilitol date, crush log bob & boho sorrisos brancos, lata suada gás no score do serasa eu sou um sucesso na vitrine do instagram gás chiclete plutonita explodo energia positiva felicidade em touch screen sempre mais novo menos normal beba o que eu bebo não faça o que eu faço love is love plus, ursinho e carnaval fim do take sou o tio da sukita robô sentimental faço flâneur pra economizar o dinheiro da condução A Oficina Literária é uma seção dedicada exclusivamente à publicação de textos literários inéditos, poéticos ou em prosa. Os originais, com no máximo 3.000 caracteres com espaços, devem ser enviados para oficinaliteraria@revistacult.com.br e inseridos no próprio corpo da mensagem, na qual deverão constar também nome completo, idade, ocupação e endereço do participante. Avaliados pela equipe da revista, os textos não serão devolvidos nem comentados. O envio de qualquer trabalho para a seção implica o reconhecimento do direito não exclusivo de reprodução da obra pela Cult. A autoria e o conteúdo dos textos são de responsabilidade única e exclusiva do autor, devendo a legislação autoral vigente ser respeitada. A Editora Bregantini, ao receber os inéditos, está autorizada pelas pessoas participantes a publicar o material, de forma integral ou editada, na Cult impressa ou online. thamires andrade, 36, mora em São Paulo, é poeta e doutoranda em educação

Assine a Revista Cult e
tenha acesso a conteúdos exclusivos
Assinar »

TV Cult