Anamnese

Edição do mês
Anamnese
(divulgação, reprodução, Arquivo Nacional)
  Adorno, por que não seria possível fazer poesia após Auschwitz se foi possível durante e após trezentos anos de escravidão? É preciso fazer a faxina como diz Wislawa mas também é preciso recordar como diz Conceição Evaristo A poesia é possível após qualquer barbárie talvez seja a coisa mais possível a única coisa possível antes de tomarmos impulso Maria Cristina Martins, 46 anos, é revisora e editora da revista Acervo, do Arquivo Nacional. É autora de Ovos de ferro (7letras), Farândola (Autografia), e Tudo que foi dito é uma língua desconhecida (autopublicação) A Oficina Literária é uma seção dedicada exclusivamente à publicação de textos literários inéditos, poéticos ou em prosa. Os originais, com no máximo 3.000 caracteres com espaços, devem ser enviados para oficinaliteraria@revistacult.com.br e inseridos no próprio corpo da mensagem, na qual deverão constar também nome completo, idade, ocupação e endereço do participante. Avaliados pela equipe da revista, os textos não serão devolvidos nem comentados. O envio de qualquer trabalho para a seção implica o reconhecimento do direito não exclusivo de reprodução da obra pela Cult. A autoria e o conteúdo dos textos são de responsabilidade única e exclusiva do autor, devendo a legislação autoral vigente ser respeitada. A Editora Bregantini, ao receber os inéditos, está autorizada pelas pessoas participantes a publicar o material, de forma integral ou editada, na Cult impressa ou online. > Assine a Cult, a mais longeva revista de cul

Assine a Revista Cult e
tenha acesso a conteúdos exclusivos
Assinar »

TV Cult