Pop Warhol

Pop Warhol

Em 1968, Andy Warhol, já então figura central da pop art, foi atingido por três tiros disparados em seu ateliê por Valerie Solanis, dramaturga e feminista radical. O atentado aconteceu após Warhol haver recusado seus trabalhos e ter errado a grafia de seu nome nos créditos de um filme de que ela participara. Após o atentado, Warhol passaria quase dois meses no hospital.

A esse episódio é destinado um capítulo, “Tentativa de Assassinato ‘Feminista’ em 3 de Junho de 1968”, da obra Andy Warhol. O livro, uma biografia do artista plástico norte-americano, é dividido cronologicamente, com títulos como “A Fábrica (1963-1965)”, que trata do famoso estúdio de Warhol, The Factory, e “Retomada (1969-1974)”, sobre a volta do artista ao trabalho após o ocorrido.

Em 2012, haverá a reedição de Diários de Andy Warhol, em dois volumes, e o lançamento de América, com textos e fotos feitos pelo artista plástico.

Andy Warhol
Mériam Korichi
Trad.: Celso Mauro Paciornik
L&PM
240 págs.

Deixe o seu comentário

Setembro

Artigos Relacionados

TV Cult