Ousadia nos palcos

Ousadia nos palcos

Três jovens resolvem viajar à Groenlândia na tentativa de completar o mapa-múndi. O percurso é longo e as situações adversas. Para tentar transmitir ao público essa atmosfera, a peça 79FJORD (foto), da companhia dinamarquesa Teatret OM, acontece dentro de um iglu, onde os espectadores vivenciam, por exemplo, uma tempestade de neve que faz tremer o cenário. Segundo a inglesa Leo Sykes, diretora do espetáculo que vive no Brasil há anos, “a proposta é que o público viva intensamente a transformação do ambiente na frente de seus olhos”.

A peça faz parte da 12ª edição do Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília, que neste ano apresenta dez espetáculos internacionais, 13 nacionais e nove brasilienses, e procura mesclar o teatro a outras vertentes artísticas.

“Há quatro anos, mudamos a cara do evento. Decidimos não fazer só teatro, mas um diálogo com outras artes e música. E aumentamos a comunicação com a cidade, utilizando a praça em frente ao Museu Nacional em apresentações gratuitas”, explica Guilherme Reis, idealizador do evento.

Entre os estrangeiros, um dos destaques é Amarillo, do grupo mexicano Línea de Sombra, que trata da travessia ilegal da fronteira que separa o México dos Estados Unidos. Jorge A. Vargas, diretor da peça, conta que o desafio é falar de um tema tão delicado de modo original e destaca: “Em cena, vejo os atores como ‘atores-construtores’, porque eles modificam as paisagens ao longo da encenação, e, por isso, Amarillo torna-se um espetáculo em contínua mudança”.

Onde: diversos locais em Brasília (DF)
Quando: 23/8 a 4/9
Quanto: R$ 8 a R$ 16
Info.: www.cenacontemporanea.com.br

Deixe o seu comentário

Setembro

Artigos Relacionados

TV Cult