Bauman: ‘Para que a utopia renasça, é preciso confiar no potencial humano de reformar o mundo’

Em entrevista concedida à CULT em 2009, o sociólogo polonês Zygmunt Bauman, morto nesta segunda (9), aos 91 anos, fala sobre progresso, utopia e modernidade líquida





Edição do mês

Busca de Edições

Edições anteriores

Facebook