Festa Literárias das Periferias, colóquio sobre Orides Fontela e mais

Festa Literárias das Periferias, colóquio sobre Orides Fontela e mais
Mesa da edição de 2018 da FLUP - Festa Literária das Periferias, no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)

 

[Oficina] Rússia em desenhos

As crianças passeiam por algumas cidades russas (por meio de animações), aprendem o alfabeto cirílico e fazem um cartão-postal com símbolos da cultura e da arquitetura do país. Em “Brincando de Escritor” (15h), elas conhecem o conto “Tarakã, o bigodudo”, do Kornei Tchukóvski, escritor infantil mais lido da Rússia, e depois recontam a história no próprio livrinho. As atividades serão dadas pelas artistas plásticas Fabiola Notari e Marcela Schwab.

12/10, das 10h às 17h, na Unibes Cultural, rua Oscar Freire, 2500. São Paulo (SP). R$ 45

[Cinema] Tainá

Para comemorar o Dia das Crianças, a Cinemateca promove uma sessão gratuita e ao ar livre de Tainá – uma aventura na Amazônia, de Sérgio Bloch e Tânia Lamarca. A menina é uma órfã que vive com o avô às margens do Rio Negro e passa os dias protegendo a natureza dos homens que querem desmatá-la ou fazer mal aos animais. Até que um dia ela se depara com uma quadrilha de um traficante de animais e, com ajuda de seus amigos, tenta impedir a ação dos bandidos.

12/10, às 19h, na Cinemateca Brasileira, Largo Senador Raul Cardoso, São Paulo (SP). Grátis

[Música] Aláfia

A banda, fundada em 2011, faz o show de lançamento de Liturgia Sambasoul, quarto álbum da carreira. Ligado às temáticas da cultura afro-brasileira e suas vertentes, como o candomblé, o funk e o hip-hop, o trabalho propõe investigar a linguagem do samba-soul reverenciando ícones que construíram esse gênero musical.

13/10, às 19h, no Auditório Ibirapuera, av Pedro Álvares Cabral, s/n, São Paulo (SP). R$ 30 e R$ 15 (meia)

[Teatro] Diana

Primeira peça produzida pelo Ágora em 1999, Diana conta a saga de um professor de línguas de um colégio da periferia cansado das palavres das pessoas e que prefere conversar com as coisas. Traído pela mulher, sai de casa e se apaixona pela escultura “Saindo do Banho”, de Victor Brecheret, instalada no Largo do Arouche, a quem batiza de Diana. O enredo prossegue quando o “herói” é sequestrado por agentes da polícia paramilitar da ditadura, confundido com um militante de esquerda.

13/10, às 20h, no Ágora Teatro, rua Rua Rui Barbosa, 672, Bela Vista, São Paulo (SP). R$ 20 e R$ 10 (meia)

[Literatura] FLUP

A 8ª edição da FLUP – Festa Literária das Periferias homenageia o pernambucano Solano Trindade. Artista multidisciplinar, Solano foi o primeiro poeta ativista negro no Brasil e um dos criadores do teatro negro brasileiro. Foi também pintor, ator, cineasta e importante folclorista. Na programação da festa, há saraus, debates, shows, slam, além de programação infantil. Veja a programação na íntegra aqui.

16 a 20/10, no Museu de Arte do Rio, praça Mauá, 5, Centro, Rio de Janeiro (RJ). Grátis

[Colóquio] Orides Fontela: 50 anos de “Transposição”

2019 marca o aniversário de 50 anos da estreia de Orides Fontela no meio literário com a publicação do livro Transposição. Para comemorar a data, o Programa de Pós-Graduação em Literatura Brasileira da USP propõe um colóquio que reunirá importantes leitores da poesia de Orides e de seu contato com a filosofia. Estão previstas conferências de Alcides Villaça (USP), Augusto Massi (USP), Ivan Marques (USP), Marilena Chauí (USP), Patrícia Lavelle (PUC-Rio) e Paulo Henriques Britto (PUC-Rio).

17 e 18/10, das 9h às 20h, na FFLCH-USP, rua do Lago, 717, Butantã, São Paulo (SP). Contato coloquiooridesfontela@gmail.com

[Bate-papo] Diálogos do feminismo negro: O apocalipse

Neste encontro, Kênia Freiras e Karolina Desireé discutem com o público o limiar entre o mundo ficcional distópico de Octavia Butler e N. K. Jemisin e a nossa realidade. Para isso, concentram as análises do livros Despertar – primeira obra da trilogia Xenogênese, de Butler – e A quinta estação, de Jemisin. Ambas as obras complicam a estrutura temporal do apocalipse e criam distopias que colocam em cheque mitos patriarcais, capitalistas e racistas, oferecendo críticas às estruturas sociais do presente e especulando acerca de práticas de resistência.

17/10, no Sesc Avenida Paulista, av. Paulista, 119, São Paulo (SP). Grátis

Deixe o seu comentário

Fevereiro

TV Cult