Renan Quinalha

DIREITOS HUMANOS E DIVERSIDADES

É advogado e militante de direitos humanos, com formação em Direito e em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo (USP), onde defendeu o Mestrado em Sociologia do Direito e, atualmente, cursa o Doutorado em Relações Internacionais. É membro da diretoria do Grupo de Estudos sobre Internacionalização... Saiba mais »

República Velha no horizonte Renan Quinalha

A reforma trabalhista, recentemente aprovada no Senado, nos coloca diante de um retrocesso sem paralelo para antes da Era Vargas no Brasil

LGBTs e com muito orgulho Renan Quinalha

Apesar das enormes violências ainda presentes contra os segmentos LGBT, os avanços só foram possíveis graças às lutas e à organização desse movimento que levanta a bandeira do orgulho






Assumir-se ou não, eis ainda a questão Renan Quinalha

Por que homossexuais devem “assumir-se” homossexuais enquanto que nenhum heterossexual precisa assumir sua heterossexualidade?






Terceirização desenfreada Renan Quinalha

A discussão sobre a regulamentação da terceirização não escapa à compreensão mais ampla da metamorfose da questão social no Brasil






Eu voto pelos direitos humanos Renan Quinalha

A plataforma #MeRepresenta quer mostrar o compromisso dos candidatos a vereador em relação a temas como igualdade de gênero, racial e de orientação sexual






Fora Temer e depois? Renan Quinalha

Com a saída de Dilma, o “Fora Temer” já não se confunde com o “Volta Dilma”, agregando setores progressistas que não queriam Dilma e tampouco Temer






A condução coercitiva do Estado de Direito Renan Quinalha

“O último dia 4 de março marcou, em definitivo, a transferência do epicentro da política nacional de Brasília para Curitiba para os próximos dias.”






Contra a mera “tolerância” das diferenças Renan Quinalha

“Direitos e liberdades não se ‘toleram’. Devem ser respeitados e promovidos, por serem conquistas jurídicas e políticas antecedidas de muitas lutas.”






Não precisamos mais de “cabelo da Mulata, cabeleira do Zezé e Maria Sapatão” Renan Quinalha

Negrxs, mulheres, LGBTs e indígenas já sofrem o suficiente durante todo o ano e não precisam de uma reafirmação das violências sofridas enquanto pulam carnaval






Melhor governar com ou sem o PMDB? Renan Quinalha

“Michel Temer e Eduardo Cunha são duas faces do mesmo projeto político insaciável peemedebista: quanto mais ganham, mais querem e mais exigem”






#revoluçãodashashtags Renan Quinalha

Não se pode ignorar o círculo virtuoso que o encadeamento de campanhas, como #meuamigosecreto, tem provocado nas lutas pela igualdade de gênero






Macri é uma vitória da impunidade dos crimes da ditadura argentina? Renan Quinalha

Não há dúvida de que a recente vitória eleitoral de Macri para presidente da Argentina significou, em verdade, uma derrota das forças populares e progressistas






Uma ponte entre Paris e Mariana: devemos ser “humanos” e “críticos” Renan Quinalha

“Comparar tragédias para deslegitimar a indignação em curso com algo que acabou de ocorrer é estúpido, pois toda violência injusta deve comover”






“Lugares de fala” e a urgência da escuta Renan Quinalha

O “lugar de fala” tem sido, por vezes, apropriado de modo a não combater a estratificação, mas a reproduzir as hierarquias.






‪#‎AgoraÉQueSãoElas! Renan Quinalha

Renan Quinalha convida a transfeminista e pesquisadora em Teoria Queer na Unilab Helena Vieira a ocupar sua coluna






A questão educacional como caso de polícia Renan Quinalha

“Não há sentido em fechar escolas com a superlotação em sala de aulas hoje existente”






Quem será o “terrorista” da vez? Renan Quinalha

Em qualquer momento, pode ser votado no Congresso o PLC 101/15, que institui o crime de terrorismo no Brasil.






Eduardo Cunha, um corrupto contra os direitos humanos Renan Quinalha

Eduardo Cunha conseguiu a proeza de estar mergulhado em praticamente todos os escândalos de corrupção e em todos os grandes ataques a garantias fundamentais da democracia.






A vitória de Pirro contra o impeachment Renan Quinalha

A reconstrução da governabilidade de Dilma Rousseff cobrou um preço alto da presidenta






Terrorismo de Estado: um conceito necessário Renan Quinalha

“Ditadura” talvez não seja a melhor expressão para dar conta da violência decorrente da onda de golpes que assolou o Cone Sul na segunda metade do século 20






“Qual Estatuto da Família? Em defesa dos direitos e da pluralidade” Renan Quinalha

O pânico moral: “cura gay”, “ideologia de gênero” e “Estatuto da Família”






César atravessou a história Renan Quinalha

Adaptação de Júlio César, de Shakespeare, por Roberto Alvim revela a tragicidade do mundo da política






O difícil processo de paz na Colômbia Renan Quinalha

Renan Quinalha analisa os avanços e bloqueios nas negociações de paz entre as FARC e o governo do país.






Quanto foi que este país mudou? Renan Quinalha

Que horas ela volta?, dirigido por Ana Muylaert e protagonizado por Regina Casé, já se consagrou como uma das mais finas e potentes leituras do Brasil recente nas telas do cinema.






A política do “Pixuleco” Renan Quinalha

“As aventuras de um enorme boneco inflável do ex-presidente Lula tornou-se a representação mais bem acabada da empobrecida política brasileira”






“Democracia e estado de exceção”, novo livro de Edson Teles Renan Quinalha

“Há muito mais de estado de exceção nas democracias contemporâneas do que gostaríamos de admitir.”






Entre o 16 e o 20 de agosto: três desafios para as forças progressistas Renan Quinalha

“Diante do esvaziamento progressivo das manifestações, as tarefas das esquerdas são enormes para disputar essa massa de insatisfeitos”






“Ideologia de gênero” ou o gênero da ideologia? Renan Quinalha

Renan Quinalha escreve a respeito da interferência do pensamento religioso conservador sobre as políticas públicas de educação






Por uma política das diversidades sem renunciar às lutas pela igualdade Renan Quinalha

Uma breve análise de alguns deslocamentos que bandeiras da igualdade e das diferenças implicaram para os conflitos políticos dos nossos tempos.






Direitos humanos entre “invenção burguesa” e “coisa pra bandido” Renan Quinalha

Uma contextualização de alguns traços estruturais do direito moderno – e dos direitos humanos em particular – sob uma perspectiva crítica e marxista.






Direitos humanos e diversidades: uma agenda da radicalização democrática Renan Quinalha

Texto de estreia do blog do advogado e militante Renan Quinalha, espaço que ele utilizará para discutir para direitos humanos e diversidades






“Macho, discreto e fora do meio”: o preconceito dentro do armário Renan Quinalha

Em um mundo inundado de smartphones e marcado pelo amplo acesso a novas tecnologias, notam-se mudanças profundas nos modos de vivência da sexualidade e dos afetos.






Uma Suprema Corte acovardada Renan Quinalha

Diferentemente do STF de 1964, que foi vítima de violências institucionais e sofreu forte intervenção do Executivo para se render, a atual composição da Suprema Corte subjugou-se voluntariamente para se tornar sócia menor do golpe em curso






A partida de Fidel e a homofobia em Cuba Renan Quinalha

Jornada cubana contra a homofobia, ocorrida em 2013 (Foto: AFP/Getty) Minha primeira viagem internacional, em 2005, foi pra Cuba. Antes mesmo dessa moda de a direita mandar “esquerdistas” pra lá. Fidel ainda era o presidente. Escolhi estar lá em um 26 de julho, acordei bem cedo para presenciar ao vivo um daqueles discursos intermináveis de … Continue lendo “A partida de Fidel e a homofobia em Cuba”

Chega de subestimar as direitas Renan Quinalha

Manifestação na av. Paulista, em São Paulo, no dia 13 de março de 2016 (Foto: Dario Oliveira/Estadão Conteúdo) Nosso desprezo bem-humorado não foi capaz de tornar esses setores menos expressivos e, na verdade, os tem feito cada vez maiores Definitivamente, é preciso deixar de subestimar as direitas. Nos últimos tempos, um dos maiores erros do campo das … Continue lendo “Chega de subestimar as direitas”

Violência policial no Brasil: herança da ditadura ou escolha da democracia? Renan Quinalha

Repressão policial durante manifestação dos secundaristas em São Paulo (Foto: Coletivo Mamana) Na precisa e preciosa síntese do antropólogo Luiz Eduardo Soares, nossas polícias atuais são fruto da tradição [de violências] agregando-se, mais recentemente, a experiência da ditadura. E chancelada, nos últimos tempos, pela própria democracia   Sem dúvida que a ditadura é responsável direta … Continue lendo “Violência policial no Brasil: herança da ditadura ou escolha da democracia?”

#QueroPrévias para conjugar política e democracia. E você? Renan Quinalha

O objetivo é criar uma plataforma comum de debate e construção de programas, projetos e candidaturas para as eleições de 2018 no campo popular






Cultura do estupro na USP Renan Quinalha

O caso mais exemplar e emblemático de denúncia de violência sexista dos últimos anos na USP é agora premiado com um título de médico






Lava Jato é exceção ou regra no país do punitivismo? Renan Quinalha

A prisão de Eduardo Cunha era o acontecimento criminal mais aguardado do ano. O que era para ser celebrado como conquista da democracia e de combate à corrupção, contudo, ficou comprometido por uma prisão extemporânea e sem fundamento legal que a autorizasse.






PEC 241: golpe contra a democracia e direitos sociais Renan Quinalha

Dez perguntas e respostas sobre a PEC 241, que pretende congelar gastos públicos pelos próximos 20 anos






Primeiro vereador gay de São Paulo defende homofobia? Renan Quinalha

É hora de assumirmos a difícil constatação de que, em si, não há nada de emancipatório ou transformador no fato de um gay assumir um mandato parlamentar






A pluralidade da condição humana Renan Quinalha

O jurista Celso Lafer relembra a convivência com Hannah Arendt, a grande intérprete do século 20






TV Cult