O Professor de Piano

Em 2006, Rinaldo de Fernandes organizou a antologia Contos Cruéis: as Narrativas Mais Violentas da Literatura Brasileira Contemporânea. Agora, em uma coletânea de contos próprios, dá seu aporte mais pessoal à temática da violência, fazendo de seus narradores vítimas ou perpetradores de atos perversos. Como analisa Regina Zilberman no posfácio, a virtude de Fernandes reside … Continue lendo “Privado: O Professor de Piano”

: a palavra é

Este é o segundo livro da poeta paulista Beatriz Bajo (1980-). Trata-se de um longo poema, dividido em quatro partes, que explora uma linguagem avizinhada ao não sentido, à dispersão dos significados mais diretos, algo que pode nos remeter aos poetas surrealistas ou, entre nós, a um poeta como Roberto Piva ou Claudio Willer. O … Continue lendo “Privado: : a palavra é”

Clusters

Antes de reunir seus poemas neste primeiro livro, Pedro Marques já vinha de uma longa convivência com a poesia, não apenas como poeta, mas como editor – de revistas (Salamandra, Camaleoa e Lagartixa), sites, antologias –, como professor e pesquisador, tendo publicado, também pela Ateliê Editorial, Manuel Bandeira e a Música (2008). É essa convivência … Continue lendo “Privado: Clusters”

Trans

Age de Carvalho começou a publicar em 1980. Trans é seu oitavo livro de poemas. Paraense de Belém, nascido em 1958, mora desde 1986 na Europa, entre Viena e Munique, atuando como poeta e artista gráfico em publicações austríacas e alemãs – seus poemas, inclusive, já foram traduzidos para o alemão. Sua poesia traz a … Continue lendo “Privado: Trans”

Scotus e a Liberdade

João Duns Scotus (1266-1308) é uma das mais influentes figuras do pensamento medieval. Foi um dos maiores defensores da liberdade. Para ele, os atos humanos não são todos determinados de modo necessário pela natureza humana ou por circunstâncias exteriores, nem mesmo ditados pela razão. Muitos são radicalmente livres, determinados de modo contingente pela vontade, a … Continue lendo “Privado: Scotus e a Liberdade”

Rui Knopfli – Antologia Poética

Talvez por não aderir ao discurso explicitamente político, o moçambicano Rui Knopfli (1932-1997) teve uma existência poética mais discreta, com uma obra reconhecida apenas postumamente. A relação afetiva com a cultura africana, no entanto, é bastante presente nos poemas, assim como a preocupação com a própria escrita – e a presença da poesia por entre … Continue lendo “Privado: Rui Knopfli – Antologia Poética”

Choque de aparências

Obra-prima de Henry James expõe embate ideológico entre a experiência europeia e a banalidade do capitalismo americano

Em Defesa das Causas Perdidas

Um dos mais polêmicos pensadores atuais, Slavoj Zizek investiga o cerne das chamadas políticas totalitárias do passado, oriundas do que se convencionou nomear de causas perdidas. Examinando o terror revolucionário de Robespierre, dos bolcheviques e da Revolução Cultural de Mao Tsé-tung, o autor argumenta que, apesar de essas lutas terem resultado em fracassos históricos, havia … Continue lendo “Privado: Em Defesa das Causas Perdidas”

Paisagens Críticas – Robert Smithson: Arte, Ciência e Indústria

O autor investiga questões fundamentais da filosofia e da ciência, com base no estudo dos fenômenos geofísicos dinâmicos. Escolheu a obra de Robert Smithson (1938-1973) como mote, pois o artista é um dos que mais se relacionaram conceitual e operacionalmente com a mineração e as questões urbanas e ambientais, contribuindo com a consolidação de abordagens … Continue lendo “Privado: Paisagens Críticas – Robert Smithson: Arte, Ciência e Indústria”

Como Funciona ?a Ficção

Quando o assunto é o fazer literário, vale desconfiar de títulos neutros e pretensões de abrangência. Em Como Funciona a Ficção, o britânico James Wood propõe-se a responder com objetividade algumas perguntas clássicas: O que é um personagem? O que é ponto de vista? Como definir uma metáfora? Em precisas leituras de autores consagrados, analisa … Continue lendo “Privado: Como Funciona ?a Ficção”

Dezembro

TV Cult