Movimento pela Libertação das Mães – Manifesto Breve de um Movimento Sutil

Minha filha esta semana me perguntou: “mãe, o que vamos fazer no dia das Mães?” e eu respondi: um “Movimento pela Libertação das Mães”. Parece brincadeira, mas para muitas mulheres isso pode ser um fardo bem pesado e cheio de culpa, daí que me pareça importante marcar o dia com este “manifesto breve de um … Continue lendo “Movimento pela Libertação das Mães – Manifesto Breve de um Movimento Sutil”

O ABANDONO NOSSO DE CADA DIA – Sobre o novo livro de Evandro Affonso Ferreira

RESENHA SOBRE O MENDIGO QUE SABIA DE COR OS ADÁGIOS DE ERASMO DE ROTTERDAM de Evandro Affonso Ferreira (ed. Record, 2012. 127p.) O título já pode produzir inquietação. Afinal que aquilo que supomos saber de um mendigo jamais incluiria que fosse culto, que soubesse quem foi Erasmo e muito menos que tivesse lido seus adágios … Continue lendo “O ABANDONO NOSSO DE CADA DIA – Sobre o novo livro de Evandro Affonso Ferreira”

INDÚSTRIA CULTURAL DA FELICIDADE

PARA QUEM ESTÁ ACOMPANHANDO O SEMINÁRIO “FELICIDADE?” QUE ESTÁ INDO AO AR NA TV CÂMARA, ESSE ARTIGO FOI PUBLICADO NA REVISTA CULT NO ANO PASSADO. Tornou-se perigoso o emprego da palavra felicidade desde seu mau uso pelas publicações de auto-ajuda e pela propaganda. Os que se negam a usá-la acreditam liberar os demais dos desvios … Continue lendo “INDÚSTRIA CULTURAL DA FELICIDADE”

LUZ, CÂMERA, PICHAÇÃO Marcia Tiburi

Dias atrás participei de um debate promovido pela AMCE (http://site.amce.com.br) a partir da exposição do filme LUZ, CÂMERA, PICHAÇÃO dirigido por Marcelo Guerra e Gustavo Coelho. Conheci o Gustavo Coelho na época em que ele fazia a pesquisa de mestrado que levou a este documentário. O motivo era o meu interesse no assunto demonstrado no … Continue lendo “LUZ, CÂMERA, PICHAÇÃO”

Fascismo potencial Marcia Tiburi

Personalidade autoritária prenunciada por Adorno em estudo de 1950 aparece, hoje, nos discursos fascistas que pregam o ódio ao outro

Cronocrítica – a propósito do livro de César Aira Marcia Tiburi

O livro Nouvelles Impressions du Petit Maroc do argentino César Aira publicado naquele sonho de consumo de editora que é a Cultura e Barbárie de Santa Catarina, me inspirou a inventar um gênero de escrita que, a propósito, já deve existir e que chamo neste instante batismal de Cronocrítica. Mas quem nunca inventou o que … Continue lendo “Cronocrítica – a propósito do livro de César Aira”

Dica de leitura sobre nosso mundo vendido Marcia Tiburi

Fico feliz de ver o Filosofia Brincante na Angola sendo lido por garotos que falam a nossa língua. Agradeço ao Maurício Leite que o levou pra lá e me enviou essas fotos. Mas notem a camiseta da Abercrombie entre as roupas rotas dos meninos. O que ela denuncia?   Ando lendo “Sem Logo – a tirania … Continue lendo “Dica de leitura sobre nosso mundo vendido”

Filosofia Brincante – Dia Nacional do Livro Infantil Marcia Tiburi

Filosofia Brincante é o meu livro de filosofia com crianças, como diz um amigo meu chamado Sérgio Sardi e que entende muito do assunto. Foi um prazer escrevê-lo e desenhá-lo junto com o Fernando Chuí – que é professor de desenho – que trabalhou comigo criando as imagens e ajudando a achar o texto mais … Continue lendo “Filosofia Brincante – Dia Nacional do Livro Infantil”

MINHA VOZ, MEU CORPO Marcia Tiburi

Um versão desse texto foi publicada há algum tempo na Revista Vida Simples Nossa experiência cultural é tão marcada pela escrita e pelo visual que esquecemos muitas vezes que somos seres sonoros e, sobretudo, que somos orais. Ouvimos e somos ouvidos fazendo parte de uma paisagem sonora. Mais além, falamos e esse é o fato … Continue lendo “MINHA VOZ, MEU CORPO”

HUMILHAÇÃO Marcia Tiburi

A verdade da antipolítica de nossos dias é a humilhação. O verbo transitivo implica a ação ativa ou passiva de alguém: ou se humilha ou se é humilhado. Na origem, humilhar significa rebaixar e abater, desdenhar e submeter. O menosprezo, a desvalorização de alguém estão em seu cerne. Não se humilha um objeto, apenas um … Continue lendo “HUMILHAÇÃO”

TV Cult