Anunciado no Facebook, tênis da Adidas é considerado “racista”

Anunciado no Facebook, tênis da Adidas é considerado “racista”

No mês de junho, a fabricante de materiais esportivos Adidas anunciou em sua página do Facebook o lançamento de um novo tênis na linha outono-inverno 2012, segundo informou o jornal “Le Monde”. Desenhado pelo estilista Jeremy Scott Roundhouse, o calçado traz pulseiras de borracha simulando correntes, que muitos internautas viram como uma referência à escravidão.

Segundo a CNN, a empresa rapidamente removeu a postagem na página do Facebook, mas o assunto já havia rodado o globo gerando revolta entre internautas.

“Aparentemente não havia pessoas de cor no departamento de marketing que o aprovou”, brinca Rodwell em comentário no site “Nice Kicks”, portal destinado aos lançamentos de tênis.

A empresa, inicialmente, defendeu o designer, descrevendo seu estilo como “original” e alegre, mas o fabricante alemão emitiu um comunicado onde pede desculpas aos ofendidos com o caso e afirma que o modelo não será comercializado.

(93) Comentários

  1. Agora tudo é racismo! Desse jeito não dá mais pra falar nem que o Batman usa roupa preta pq é racismo!

  2. A ideia é de péssimo gosto, mas nunca “racista”. Esse tipo de corrente de tornozelo foi utilizado por todo tipo de prisioneiro e não apenas escravos muito menos apenas negros. Isso mostra que racismo de verdade é o que existe no coração e na mente das pessoas, que enxergam “cor” e “raça” em qualquer coisa.

  3. Quanto mimimi por causa de um simples tenis, no facebook assim como outras redes sociais esta cheio de “militantes de cadeira”, pegam qualquer besteira como “causa inutil a humanidade”.

    Caros amigos das redes sociais, querem protestar saiam a rua e pintem a cara, vão no congresso e lutem por uma causa justa, e não fiquem com a bunda sentada nas cadeiras reclamando na rede social sobre isso ou aquilo.

    Enquanto a maioria das faculdades e universidades esta em greve e a midia se cala, o povo fica com o rabo sentado reclamando de tenis….

    A maioria que compartilha e se diz indignado depois de 4 minutos já esta lendro outro post inutil e nem sem lembra mais do que compartilhou.

    Uma lastima!!!

    A o tenis é feio pra caramba, e o preconcito esta nos olhos de quem vê…

    mimimimi

  4. O mundo e principalmente o Brasil, esta cada vez mais chato, tudo agora é racismo, homofobia, bulling, etc, etc…ninguem tem direito a opinião própria…esse tal de politicamente correto, se tornou idiota, esses movimentos socias na verdade são um bando de desocupados que querem regalias e mais regalias para um determinado segmento e não para o coletivo. Negro, Gay, Indio, Deficiente, são todos cidadões e como tal, deveriam era estar cobrando dos governos mais ética, honestidade, transparência com a coisa pública…

  5. Eu amei o tënis! Muito fofo!! O preconceito ta na mente de quem vê e de quem tem! E se fosse referência a escravidão? Ainda bem que evoluimos o suficiente pra fazer o símbolo de algo ruim em algo libertário!

  6. “Aparentemente não havia pessoas de COR no departamento de marketing que o aprovou”.

    Um animal que fala isso que é o racista, pois eu particularmente não conheço definição “pessoas de cor”!

  7. Ah tah, agora qualquer modo de expressão pode ser interpretado na maldade por causa de algum ofendido?!
    Sempre tivemos constantes usos da corrente na moda, e nem por isso recriminaram pulseiras de corrente, ou camisetas com correntes, brincos, colares, enfim!
    Acho um absurdo as pessoas tentarem encontrar maldade nas mais simples coisas do mundo. Ao invez de agirem de forma racional contra o que realmente afeta as relações humanas, ficam banalizando nada mais do que um simples modelo moderno de tenis.

  8. É,pode até não ter nenhuma intenção de ofender a ninguem e nem cor acredito,mas quando eu olho p esse tênis com essa corrente,não me transmite coisas boas numa criança.Sei lá,estranho,achei feio.Mas cada um tem um gosto né.

  9. Este tenis simboliza o racismo sim. Afinal é sobre a raça humana de que estamos falando. E não este “racismo” dirigido apenas à minorias etnicas.

    No protesto não deveria ser levado em conta apenas a escravidão (que no mundo, vitimou em sua grande maioria negros africanos e seus descendentes), mas o mau trato humano em si, que o acorrentar representa. Seja com animais irracionais, seja com humanos, estes de qualquer etnia e descendência.

  10. Tive uma idéia! Vou colocar no meu tênis uma corrente e um cadeado de verdade pois onde moro já me roubaram os tênis três vezes!

  11. NÃO CONCORDO, PRA MIM A ALUSÃO SE FAZ A “PRENDER-SE” A ADIDAS, NADA DE MAIS, EU, SE FOSSE DONO DA ADIDAS GOSTARIA DE PRENDER O USUÁRIO A MINHA MARCA E SÓ

  12. Vai saber qual era a idéia do criador? “Adidas, a marca que te prende!”. Sou da opinião que gosto é gosto. Compra quem quer! Parece que a Adidas não fez pesquisa de mercado antes de soltar a novidade na rede.

  13. Eu enxerguei as tornozeleiras e as correntes como um dispositivo de segurança.
    O ladrão rouba o tênis, mas a corrente o mantém preso a vc.
    Podres são as pessoas que enxergam “racismo” em tudo e continuam mantendo vivo este pensamento retrógrado.

  14. Só muita falta de imaginação para perseguir o livre expressar. É muita mania de perseguição e falta do que fazer. Deixem a corrente livre e quem quiser usar que use.

  15. Realmente essa coisa de racismo tá dando no saco. E quem disse que escravos no mundo só foram os negros? Nada av! Sou negra, e quando vi esse tênis no face achei maneiro diferente, me passou na cabeça a palavra escravidão mas nunca na vida pensei em ficar ofendida com isso. E outra, esse negócio de racismo toda hora me irrita. Com certeza outros negros, com eu, também já estão de saco cheio.

  16. Não vejo como racismo, mesmo porque nas prisões existem correntes assim, então só existe negros presos, acho que não né….

  17. Racista? Sinceramente, com essa onde de “racismos” que estamos vivendo, daqui a pouco será crime falar que a camisa é “preta”, o animal “veado” corre pela floresta ou as “loiras” são mais bonitas. Isso me parece censura! Dizer que o tênis nos remete à escravidão é falta de cultura já que os grilhões eram realmente usados por alguns escravos, mas serviam mesmo era como algemas de bandidos! Talvez por isso o “racismo”: os bandidos devem ter ficado constrangidos… é uma lástima!

  18. Acho besteira considerar essas correntes, até porque as principais correntes estão representadas através do consumo desenfreado que muitos jovens trocam seus míseros salários para term um tênis de “marca” e ainda estão sujeito a perder a vida na próxima esquina. Não se deram conta dessa prisão..

  19. Racismo, cara, vão procurar o que fazer, tem muita gente ociosa sem responsabilidades. Daqui a pouco se voce falar que um carro é PRETO você é um racista… RIDICULO.
    E na boa, se o cara se sente mal por existir um tenis com correntes, o preconceito está nele. Está em uma pessoa que se quer passou por isso!
    Uma dica: vão arranjar o que fazer, e ao invés de criticar alguém ou algo, Tente mudar alguma coisa pra melhor no mundo!

  20. Independentemente da cor/sangue, nacionalidade, simboliza
    aprisionamento escravidão.
    Independentemente do povo, melanina é repudiante, já que há mais de 6 mil anos atrás A/C a história já mostra que o povo “branco”, já era escravizado, então a cor em questão NÃO É IMPORTANTE mas o ATO DE ESCRAVIZAR QUE É ERRADO.
    HISTÓRIA GERAL DA ÁFRICA • II
    Africa antiga
    página:4
    Assim, fica evidente que toda a população egípcia era negra, com exceção de
    uma infiltração de nômades brancos no período protodinástico.
    (escravos).

  21. no caso do brasil acho que o estilo pode ser interpretado como “anti-furto” já que aqui roubam qualquer coisa, até tenis usado!!

  22. Do jeito que a coisa está indo, nós estamos alimentando o racismo , o preconceito etc.Não se pode mais fazer nada, tudo virou preconceito, será que não temos coisas mais importantes para nos preocupar, do que num modelo de par de TÊNIS? Você olha para algo e já o desvirtua e o ROTULA DE PRECONCEITUOSO.

  23. Que palhaçada! Tudo revolta a esses meninos mimados! “internautas revoltados”, tenha paciência! Tudo nesse mundo virou racismo. Nunca houve grau de censura mais elevado que nos nossos tempos. Quando será que essas pessoas que atiram seus gritos de “racismo” a tudo, serão devidamente ridicularizados? Se fosse no Brasil já iria gerar alguma indenização para alguem.

  24. Meu a coisa esta feia.Eu sou desendente direto de escravo mas convenhamos, daqui a pouco se o cara não casar com um parceiro de cor contraria sera racismo, o cidadão tera que ter um filho biologico se for branco adotar um de cor. Vamos brigar por um mundo justo para todos indiferente da cor.

  25. Que absurdo, racista por quê? Compra quem quer! Digamos que foi inspirado no Frankenstein. Ahhhh não! Também é racismo, ele era verde e isso é um preconceito contra os verdes, o PV entra com uma ação na justiça. Quer dizer que usar roupas de algodão cru, igual aos que os escravos usavam e são vendidas nas feirinhas também é racista!! Tenha a santa paciência, isso já está passando dos limites!!!

  26. Gente estou ficando assustado com a imaginação de algumas pessoas que devem acordar pela manhã e ficar olhando detalhes em tudo para
    ver se acha alguma coisa para taxar de racismo.
    Estou até com medo de quando passear de bicicleta aqui no bairro e as vezes deixo ela na praça para tomar uma agua mineral , eu acorrento ela ao poste , sera que serei taxado de racista por acorrentar a mesma ao poste ????? socorro estou com medo !!!!

  27. Hj em dia tudo é preconceito, racismo, homofobia. Hj em dia tudo ofende, humilha ou machuca. As pessoas deveriam viver mais tranquilas e curtir as coisas, sem “usar” olhos preconceituosos, pois esses sim rotulam atos, objetos e pessoas com termos preconceituosos.

  28. Achei o modelo incrível, mas sem as algemas. Não pela questão racial, o que é um absurdo esse tipo de comparação. Espero que voltem atrás e coloquem no mercado (sem algemas, ou as tendo como item opcional).

  29. E..ai Pessoal que esta escrevendo que tudo agora é RACISMO.
    Tem que estar de olho em tudo…em tudo mesmo.
    Agora que temos DIREITO neste mundo.
    Eu agradeço à tdos.Muito obrigado

  30. Eu só vi um par de tênis com as cores do Los Angeles Lakers, time de basquete de NBA (talvez o racismo só esteja na cabeça de alguns com a mente fraca)

  31. “Aparentemente não havia pessoas de cor no departamento de marketing que o aprovou”
    Essa frase sim é racista!!!

  32. Einstein disse que somente tinha certeza de duas coisas: A finitude do universo e a infinitude da estupidez humana.
    Quanto a primeira afirmativa, não posso dizer que ele esteja certo ou errado…Mas quanto a segunda, cada vez me conveço mais da sua genial constatação.

  33. Nem é a questão do racismo.Esse tênis é a coisa mais feia em termos de calçado que já vi na minha vida.Puro mal gosto.

  34. Não havia gente de cor e nem paranóicos, que vêm discriminação até em cor de tampa de vaso sanitário…

  35. Grilhões + correntes + fabricante alemão. E alguém ainda tem dúvida que se trata de uma apologia a escravidão? O Povo brasileiro, é ingênuo ou memória curta. Talvez já até tenha se esquecido do Nazismo.

  36. Já que tudo é preconceito, já que acreditam tanto que o sistema de cotas “devolve” alguma dignidade aos Homens de pele preta, que acreditam que foram explorados e blá blá blá, então vamos pedir a nossa cota a Portugal, fomos explorados por eles, o sistema de governo brasileiro é uma bosta pq é herança portuguesa, todo cidadão genuinamente brasileiro tem em seu DNA algum vestígio de miscigenação, acordem brasileiros e brasileiras, enquanto vcs discutem o assessório de um simples tênis de autêntico mal gosto, os caras lá do Distrito Central estão aumentando seus próprios salários. Isso sim é discriminação na minha opinião, olhar o próprio “rabo” e esquecer que cada um precisa do outro de alguma forma, seja o seu vizinho um cara negro, amarelo, branco, que goste de sertanejo, rock ou samba (menos funk, pelo amor de DEUS).

  37. Sou branco, heterosexual e tenho nível superior….daqui a pouco terei que pedir desculpas por andar na rua…
    Num país onde 30% do povo vive de esmola governamental e se orgulha disso, que se racismo em qualquer lugar, não briga por educação e sim por bolsa escola, não briga por emprego e sim por bolsa familia…por isso estamos na m.e.r.d.a que estamos…
    Parabens…mais babacas exibindo sua futilidade e ignorância as custas de uma ferramenta mal usada.

  38. Ridiculo isso.
    Sou branco, filho de uma negra, o q me permite dizer q a maioria das pessoas negras ja tem um complexo de inferioridade dentro deles mesmo..Se vc chama um cara de negao vc é racista…Agora se vc chama um cara de branquelo, ele naum vai la e te processa…Mente pequena de muitas pessoas..
    Vao se preocupar com escola, saude, meio ambiente em vez de ficarem criando cso por porcarias..

  39. Ora, se o tênis é considerado racista, processem e prendam o tênis.
    Caramba, como esse mundo está chato. Não se pode falar nada, não se pode rir de nada, não se pode vestir nada. Tudo é racista, bullyng. Com tanta coisa séria para nos preocuparmos, acham um tênis racista.Miséria, fome, violência, analfabetismo, Rio + 20 correndo solta, e um tênis se torna o vilão.

  40. Jamais eu compraria um tenis do tipo, mas dizer que há racismo no design, pelo amor de Deus! Concordo com a maioria dos colegas, há uma banalização do termo “racismo”. Racismo é aceitar vaga especial em faculdade… Mas aí já é conveniente…

  41. Os policiais deveriam andar sem algemas, caso contrária dirão que e racismo, e os sexshop, agora tudo e racismo, racismo tá na cabeça e não nos acessórios ou letras de música, ABSURDO.

  42. É uma grande palhaçada atribuir atitude racista à criação do tênis. O mundo está ficando com medo de se divertir por conta dos exagerados neuróticos que pretensamente defendem direitos de minorias. Parabéns, Antonieta Nunes, pelo seu comentário!

  43. O preconceito esta na cabeça de quem vê, ou de quem calça… daqui a pouco até sapato preto vão deixar de fabricar, enquanto muitas aguas sujas rolam “Cachoeira” abaixo…

  44. Quem foi que disse a vocês que racismo só existe contra a raça negra?
    Eu acho que a empresa achou que os rappers iriam adotar o calçado como forma de emitir medo, como quem usasse o calçado fosse perigoso. Um tiro no pé, porém, racismo não é apenas contra as pessoas negras. Vocês precisam ler mais…

  45. Mas tá loco hein! Qualquer coisa já é motivo de racismo, logo que vi imaginei presos, inclusive porque já visitei prisões. Tá parecendo aquele clip com as pessoas fantasiadas de gorilas. Pode ser muitas coisas, inclusive mal gosto, mas racismo??? Menos né, menos.

  46. A corrente de borracha é opicional.Usa quem quer.E quem se sentiu ofendido,devia entender que a criatividade sempre gerou preconceito,é só vocês lerem um pouco de história e vão perceber que com a chegada do biquini por ex.muita gente ficou escandalizada,mas hj em dia as mulheres estão praticamente nuas e ninguém se escandaliza mais.

  47. O estilista apenas mostrou que quem compra é prisioneiro da marca, as vezes o pobre coitado, trabalha o mês inteiro apenas pra se tornar prisioneiro da marca. Nada mais o racismo esta na mente e no coração do próprio racista.

  48. Eu uso correntes em minha moto! Será que sou racista? Tenha a santa paciência né gente . Deixem de ocupar espaços na rede com besteiras.

  49. Nâo tenho carro preto, se não acham que é racismo, não compro meias pretas, pois acham que racismo, não compro nada da cor preta, pois acham racismo..que saco! Por que ninguem fala dos nazistas, dos garimpeiros, dos bóias frias que também sofreram e sofrem até hoje!
    Falta pura do que fazer!

  50. Eu sou uma pessoa da raça negra e não vi mal nenhum neste tênis, o pensamento que remete à escravidão está na cabeça de uns poucos, e quanto a essa frase do texto que diz que não havia nenhuma pessoa de cor no departamento que aprovou, eu discordo, pois todos somos pessoas de cor, alguns como eu da Raça negra, outra branca, amarela etc…, na verdade não existe pessoas de cor, mas sim de diversas raças.

  51. Sou negro, achei o design do tenis bonito e inovador, realmente algo muito diferente do mainstream. Acho que até compraria, dependendo do preço.
    Agora, a marca deveria lutar contra esses babacas que só choram em redes sociais. O mundo está infestado de inúteis dependentes do Estado, da mamãe e do papai.

  52. Outro dia a propaganda de um azeite com considerada racista por falar que a garrafa negra era a seguranca,agora o tenis é racista.Quanta besteira.O Chico Buarque precisa tomar cuidado,tem uma cancao dele (genial por sinal) que diz que a coisa aqui tá preta.

  53. Apenas achei uma ideia infeliz. O estilista só queria fazer um modelo original, que ninguém nunca tivesse visto/feito e acabou pegando essas correntes como referencia, mas ai sabe, pra quê? Acho que não precisava. Como muitos disseram aqui, é uma coisa de mau gosto.

  54. Temos que ter consciência que o racismo no Brasil é relacionado apenas à cor, mas no exterior, o negro não está apenas relacionado com cor da pele, mas sim com todo o contexto.

  55. É fácil, como muitos já disseram, sair pra vida(sem tirar o fat ass da cadeira), de frente pro Note ou tablet que a mamãe deu de presente porque aprendeu a fazer as quatro operações aritméticas, mesmo sem saber escrever, com sabonete assepxia, creme dental com 180 horas de proteção, escova dental ergonômica, papel higiênico perfumado folha dupla, jeans de marca, tênis adidas, camiseta diesel, cartão de crédito bancado pelo papi, pra protestar ou encher o saco numa campanha politicamente correta.
    Já diziam na época da bossa nova pela voz de Nara Leão (os joelhos mais lindos do Brasil):- “Falar de morro, de frente pro mar, não vai fazer ninguém melhorar….”

  56. Faço minha as palavras de Jack Bauer : “o mundo est’a infestado de babacas dependentes do Estado, mamãe e papai” , a internet deu voz às vacas de presépio , mugem as palavras “preconceito” , “racismo” , “fascismo” , “mercado”,

  57. Achei um exagero dizer que é racista, mas esse grilhão é de gosto duvidoso. Eu pessoalmente não compraria algo assim, remete a prisão, estar preso.

  58. “Destruir as paixões e os desejos unicamente por sua brutalidade e para evitar as conseqüências nocivas que esta produz, nos parece hoje uma fórmula particular da estupidez”. Assim falava aquele filósofo pirado… pra mim, isso não passa de um tênis. Usa quem quer!!!

  59. O modelo pode ser tudo, menos racista. Mas, pensando bem, os brasileiros deviam ter o direito de usá-lo,pois no Brasil somos escravos dos bandidos, dos impostos brutais, dos políticos corruptos,
    de toda uma corja que hipocritamente se diz democrata.

  60. Gente, o que é isso? O tênis faz uma clara referência ao voo. Como se o atleta fosse um ser alado e precisasse de amarras para mantê-lo ao chão. É até poético. Uma pena não ser comercializado.

  61. Sou negro e nao achei racismo…alias, achei mto legal o tenis.
    Citaram uma propaganda de um azeite…aquela sim era racista!!!

  62. O problema é que muita gente fala do que não entende. Alguns com a por pura falta de empatia por diferença de perspectiva – o que não é justificável – e outros por total alienação. O que aconteceu e acontece com os negros em todo mundo é hediondo, deixando marcas, feridas que demorarão a curar-se.
    Até que se supere todas as injustiças do passado e as do presente não se façam lembrar, não vale a pena o tom de irreverência… Mas de vez em quando surge um tapado ou outro tentando rir do holocausto ou a violencia contra as mulheres, gays em nome da banalizada liberdade de expressão…brincadeira…

  63. Achei o tênis horroroso experimenta calçar um desse tamanho 43 n dá simplesmente grande demais pesado demais quente d+

  64. A inteligência humana tem limite, mas a ignorância, não! Racismo ou falta de repertório para fundamentar o pensamento?

  65. Fico até constrangido de ver essas reportagens sobre casos de racismo. Não será a repressão a tudo que se julge preconceituoso, muito menos a constante divulgação desses fatos que vão fazer as pessoas não serem racistas. Se ao invés de condenar as pessoas que criaram esse tênis prendessem pessoas que praticam mesmo o racismo, com ofensas diretas a negros, judeus, arabes, obesos, gays e etc, ai sim as pessoas deixariam de ser racisas.

  66. Polemicas à parte, a questão deve ser melhor analisada. As pulseiras ou tornozeleiras constam como adereços da marca. Não poucas pessoas, interpretou como referencia à escravidão, que nunca foi somente negra. Há registros fartos de que a escravidão sempre foi uma tônica na história da humanidade, portanto, não há porque caracterizá-la como racistas contra negros. Ocorre que entre nós, os brasileiros, quando se fala em escravidão, traduz-se por negros e daí a confusão com o tema “racismo” que neste caso não tem nenhuma referência. Mas, pelo que se leu acima, a empresa, embora nada ingênua no assunto escravidão, mas talvez interessada na polêmica em tempo ou tardiamente retirou a página, e a despeito do barulho conseguiu o que queria. Uma quantidade infinita de pessoas mundo afora citou-a, debateu, discutiu e etc. Falem mal ou bem, mas falem de mim. Isto chama-se propaganda boca a boca. A menos que não poucas pessoas no mundo afora, deixe então de comprar a referida marca/fabricante. Aí não valeu máxima acima. O facebook se presta a isto: baboseiras, senso comum, iletrados, analfabetos políticos e outros analfabetismo.

  67. Acho que não tem a ver com a escravidão.Não a escravidão racial como todos pensam. Eu seria um idiota se vendesse um produto com o intuito de discriminar alguém.Mas acho que pode ser interpretado como uma PRISÃO À MARCA que tanto nossa amiga Tibure fala ou talvez como o Zallas colocou: ” Falem bem ou mal, mas falem de mim”.

  68. Bom, se a própria empresa reconheceu que o tênis era inadequado, cancelou seu lançamento e pediu desculpas, por que vem tanta gente aqui defender o produto?
    Se a própria empresa reconheceu é porque quem protestou estava certo.

  69. Talvez a decisão tenha tido caráter meramente comercial, desvinculado do bom e necessário politicamente correto. Se não, vejamos: quem, em são consciência, iria andar com um trabuco feio desses nos pés, meu deus do céu???

    Brincadeiras a parte, tudo que possa simbolizar manifestação racista deve mesmo ser riscado do mapa. Para uns, isso pode não ser nada. Mas se houve reação é porque alguém se sentiu racialmente ofendido. Se isso ocorreu, corte-se o produto. Acertada a decisão da empresa.

    Não adianta o camarada que não viu nada demais no sapato vir dizer que a decisão é absurda. Se o sapato desrespeita racialmente alguém, se esse alguém se sente atingido, pronto. Discussão encerrada e produto cancelado. Correta a Adidas.

  70. A superficialização conceitual… são notícias. Notas. Coisa para o chamado cidadão, aquele que tem direito de ficar na periferia das coisas. Tudo tem a ver com tudo. Rizomas de Deleuze. O corpo entranahado, dedicado, arraigado, inveterado. A cultura pop não se aplica em ver a textura do conhecimento. Acho lamentável achismo. Um pouquinho mais devagar, mais lacan, menos lacanismo, busque fundo o entrecruzamento factual no ato da vida.

  71. Há pessoas que se preocupam com coisas tão insignificantes e essa ai foi absurda, atribuir racismo ao novo modelo de tênis da adidas. Quantas pessoas no mundo precisam de atenção, respeito, abrigo, comida, saúde, um lar…! Se a correntinha no tênis simboliza racismo, então abaixo as correntes rsrsrsrsr. Nada de correntes (finas, médias, grossas, de cobre, bronze, prata, ouro) nas bolsas, na roupa, no braço, no pescoço…! Isso é possível? Alguém aí nunca usou uma correntinha no pescoço, no braço? A questão não é a correntinha no tênis, é a ADIDAS que incomoda a concorrência.

  72. Eu acho que quem associa correntes a negros é que é racista. Uma corrente pode significar tanta coisa! Se for assim, realmente, teríamos de parar de usar correntes de qualquer tipo no cotidiano, pois corrente é coisa de gente racista. Eu hein! Tanta coisa pra se preocupar, vai reclamar logo disso?!

  73. Quem associa uma corrente a escravidão no mínimo é um ser com ausência de todas as faculdades mentais. Se a Adidas quiser vender o produto que desenvolveu, qual seria o problema com isso? Se o produto não agrada, não comprem e sejam felizes. Quem arcará com o prejuizo é a própria Adidas. Ao invés de criticar coisas tão pequenas, porque não se importam com o essencial da vida? Enquanto brigam com o design de um tênis por fazer alusão ao trabalho escravo, existem escravos trabalhando no quintal de suas casas. Escravos na China e na India, no Brasil (vide o caso da Zara) e outros.

  74. As correntes deveriam ser para os consumidores alienados que vivem a comprar os produtos da Adidas! Eles merecem!

  75. Só quem é negro e/ou quem tem o mínimo de conhecimento sobre a história da escravidão no Brasil e no mundo se sentirá ofendido.Quem não se enquadra nessas opções acha “Exagero” “Mania de perseguição” e outras alienações que a sociedade hipócrita e burguesa impõem para os seus participantes .

  76. É um modelo extravagante e só.Provavelmente ninguém usaria na rua.Tem quem colecione esses modelos excêntricos do Jeremy Scott que saem em tiragens limitadíssimas.Take it easy, meu povo.

  77. Achei simplesmente lúdico e náo relacionado à raça. E sou negra! Há inúmeras formas de se demonstrar racismo. Muitos, infelizmente, náo alcançam a linguagem metafórica da comunicaçao…

  78. A Adidas foi uma das empresas que financiaram o Nazismo, que tinha como ideal o ariano puro, e extermínio de negros, gays, miscigenados, etc. Esse julgamento de que essas correntes são racistas, não é à toa. Há uma fundamentação histórica…

  79. Gostei do ultimo comentario. Nao so estamos preso no capitalismo,como do marketing , e do mau gosto dos designers.
    Enfim, uma volta singela e colorida dos antigos prisioneiros da milenar ´Caverna de Platao´.

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados

TV Cult